07/12/2016 - MAYARO

Novo vírus transmitido pelo Aedes preocupa cientistas e epidemiologistas


Os sintomas do Mayaro são muito similares aos da chikungunya.

 

 

Primeiro foi o Chikunguya e, depois, o Zika. Agora, cientistas e epidemiologistas começam a se preocupar com outro vírus: o Mayaro. Pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, anunciaram ter encontrado no Haiti um caso inédito de mayaro, doença caracterizada por uma febre hemorrágica similar à da chikungunya.

Ainda que o vírus não seja totalmente desconhecido - foi detectado nos anos 1950 -, até agora só haviam sido registrados pequenos surtos esporádicos na região amazônica e seus arredores. Especialistas alertam que este caso pode ser um indício de que o vírus está se espalhando e já começa a circular pela região do Caribe. Os sintomas são muito similares aos da chikungunya. Por isso, quando o paciente vai ao médico, pensam se tratar dessa doença e não sabem que é mayaro, pois os cientistas explicam não haver nenhum sintoma que distingua a chikungunya da febre mayaro. Ambas provocam febre, erupções na pele e dores nas articulações. Em ambos os casos, os efeitos são mais prolongados do que em paciente com dengue e zika, chegando a durar de seis meses a um ano.

O preocupante é que o vírus detectado no Haiti é geneticamente diferente dos que haviam sido descritos previamente, esclareceu o especialista. O vírus foi descoberto em 1954 em Trinidad e Tobago, mas até agora só se sabia de surtos isolados na selva amazônica e em outras partes da América do Sul, como Brasil e Venezuela. O caso encontrado pela Universidade da Flórida foi identificado a partir de uma amostra de sangue de um menino de 8 anos de uma zona rural do Haiti. Ele tinha febre e dores abdominais, mas não apresentava erupções nem conjuntivite, sintomas normalmente associados à chikungunya.

Pesquisadores da universidade colheram uma série de amostras durante e depois do surto de chikungunya no Haiti. Após a análise virológica e molecular para detectar os vírus da dengue e da zika, foi confirmada a presença da dengue no paciente alvo do estudo, mas também de um novo vírus, identificado depois como o mayaro.

Enquanto a atenção do mundo estava voltada para o Zika, a descoberta deste outro vírus é uma grande fonte de preocupação e a semelhança com o vírus da chikungunya também preocupa os cientistas.

Um artigo publicado na revista Scientific American destaca que isso poderia explicar por que o Mayaro pode se tornar um problema generalizado. "Ambos os vírus eram originalmente transmitidos por mosquitos da selva, infectando pessoas na região amazônica, mas o Chikungunya tem se adaptado e hoje é transmitido por mosquitos urbanos, como o Aedes albopictus e o Aedes aegypti, que também transmitem a febre amarela, a dengue e a zika, e, nessa suspeita inicial, o mesmo pode estar ocorrendo no caso do Mayaro".

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


28/04/2017 - Trabalhadores de várias categorias param hoje em todo o país


25/04/2017 - País registrou queda no número de celulares e de TV por assinatura, diz Anatel


24/04/2017 - Quem não votou nas últimas eleições deve regularizar situação até 2 de maio


18/04/2017 - Idade mínima para aposentadoria das mulheres deve ser menor, diz relator


13/04/2017 - Previdência: idade na transição pode ser de 50 anos para mulher e 55 para homem


12/04/2017 - Caixa reduz juros do rotativo do cartão de crédito


11/04/2017 - Procon-SP aponta variação de até 106,57% em ovos de Páscoa


11/04/2017 - Inep libera hoje os espelhos da correção do Enem 2016


10/04/2017 - Inep publica edital do Enem; taxa de inscrição será de R$ 82


07/04/2017 - No Dia Mundial da Saúde, OMS alerta sobre depressão


06/04/2017 - Estupro pode se tornar crime imprescritível


20/03/2017 - Com a crise, fiado volta a ganhar força


20/03/2017 - Estudantes podem concorrer a partir de hoje a vagas não preenchidas do Fies


18/03/2017 - Sabor ruim denuncia a carne vencida, que causa enjoo e diarreia


14/03/2017 - Candidatos na lista de espera do ProUni devem comprovar informações até esta terça


11/03/2017 - Número de cesarianas cai pela primeira vez no Brasil


09/03/2017 - Mais de 500 mulheres são agredidas por hora no Brasil, mostra pesquisa


06/03/2017 - Número de mulheres que são mães após os 40 anos cresce 49% em duas décadas


03/03/2017 - TV por assinatura perde clientes no país


02/03/2017 - Contribuintes podem entregar declaração do Imposto de Renda a partir de hoje


25/02/2017 - Conta de luz terá bandeira amarela em março, com extra de R$ 2 a cada 100 kWh


23/02/2017 - Câmara aprova documento único para brasileiros


17/02/2017 - Horário de verão termina neste domingo


16/02/2017 - Ligações entre fixos e celulares vão ficar mais baratas a partir deste mês


14/02/2017 - Saque de recursos das contas inativas do FGTS vai começar no dia 10 de março


13/02/2017 - Mitos e verdades sobre a vacina contra a febre amarela


10/02/2017 - Estudantes têm até esta sexta-feira para se inscrever no Fies


31/01/2017 - Começam hoje as inscrições para o ProUni


27/01/2017 - Petrobras reduz preços do diesel e gasolina nas refinarias


19/01/2017 - Apenas 77 pessoas, de mais de 6 milhões, tiraram nota máxima na redação do Enem