19/12/2016 - INSS

Possíveis mudanças na previdência fazem brasileiro correr para se aposentar


 

Quando o comerciante Sebastião Pereira da Cruz, de 61 anos, descobriu que podia se aposentar, não perdeu tempo: pediu ajuda do sindicato, reuniu os documentos e deu entrada no INSS. Havia contribuído por 35 anos e três meses. "Até que saiu rápido. Quando vi que aumentaram as conversas sobre mudanças na aposentadoria, quis logo dar entrada. A gente nunca sabe como essas propostas vão passar. Dei entrada em julho, saiu em setembro. O difícil foi juntar aquela papelada."

A expectativa de mudanças nas regras para aposentadoria tem preocupado os contribuintes e ajudado a movimentar as agências da Previdência Social. Dados da instituição mostram que, de janeiro a outubro, houve cerca de 10% de alta no número de requerimento de todos os benefícios e de 16% nas aposentadorias concedidas.

No Brasil, o acumulado de pedidos de benefícios por idade, até outubro, é de 1,02 milhão, 39 mil a mais que no ano passado. Só no Estado de São Paulo, o total de requerimentos foi de 465,7 mil para 514,6 mil - 193 mil, por idade. Para especialistas, mesmo que o futuro segurado não seja afetado pelas mudanças, a desinformação contribui para que as pessoas se sintam inseguras e corram para pedir o benefício.

Para a presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), Jane Berwanger, o aumento na busca por atendimento acompanha todos os anúncios de mudanças na Previdência. Desta vez, o movimento é perceptível desde maio. "O contribuinte pensa que, se já tem direito, não há razão para esperar. Mesmo quem ainda não tem direito pelas regras atuais, vai às agências."

Parte do problema se deve ao modo como o governo anunciou as novas regras, no último dia 6, diz. "Para a população, dá uma impressão de descrédito, como se o governo tivesse esperado o ano inteiro para empurrar a reforma para o Congresso agora. Quantas vezes, durante o ano, foram apresentadas soluções distintas para uma mesma questão? Isso confunde."

"Essas mudanças bruscas assustam, porque é toda uma vida de contribuição e, quanto mais o tempo passa, maior é a ansiedade. A gente não confia, as mudanças que eles fazem sempre acabam prejudicando quem mais precisa", resume o motorista José Carlos Almeida, de 58 anos. "Para completar, os anúncios são muito confusos." Ele ainda terá de contribuir por mais cerca de seis anos, segundo especialistas em previdência ouvidos pelo Estado.

 

Fazendo contas

O medo de as regras mudarem antes da data agendada fez a fisioterapeuta Maria Aparecida dos Santos, de 45 anos, apressar a ida ao INSS. Informada em uma agência na zona leste de São Paulo de que tinha tempo de contribuição suficiente para se aposentar e que poderia voltar em dois meses, ela foi para casa mais tranquila.

Em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, segurados ouvidos pela reportagem na primeira semana de dezembro só conseguiam marcar atendimento para abril. No Rio Grande do Sul, contribuintes diziam ter de aguardar até maio.

Com o fortalecimento das discussões em torno da reforma, quem está longe de se aposentar tem cada vez mais buscado alternativas complementares ao INSS. Em outubro, eram 12,9 milhões com planos de previdência privada aberta, segundo a FenaPrevi, federação do setor - 396 mil a mais que em 2015.

Segundo a instituição, a alta não deve ser totalmente atribuído às mudanças na aposentadoria, mas a reforma contribui para que mais gente busque a alternativa particular. A tendência é aumentar nos próximos anos.

Em nota, o INSS diz que, além da reforma, vale lembrar que há aspectos conjunturais a serem considerados na maior busca por atendimento, como as greves enfrentadas pela instituição e as mudanças legislativas, como a introdução da regra 85/95 nas aposentadorias. Além de a alta na concessão de benefícios acompanhar o crescimento do número de idosos do País. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Fonte: Bonde


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


19/04/2018 - Entra em vigor lei que aumenta pena para motorista embriagado


18/04/2018 - Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying


17/04/2018 - Eleição presidencial já tem 16 pré-candidatos oficializados


05/04/2018 - Prouni 2018: inscrições para vagas remanescentes estão abertas


03/04/2018 - Ministro pede mudança no reajuste do Bolsa Família


24/03/2018 - Boleto atrasado a partir de R$ 800 já pode ser pago em qualquer banco


21/03/2018 - Governo quer permitir até 40% das aulas do Ensino Médio a distância


21/03/2018 - Enem deste ano terá 30 minutos a mais para provas de exatas


12/03/2018 - Funcionários dos Correios entram em greve nesta segunda-feira


06/03/2018 - Candidatos ao Fies já podem consultar resultados da seleção


01/03/2018 - Receita começa a receber hoje a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física


27/02/2018 - Inscrições para o Fies terminam na quarta-feira


24/02/2018 - Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens


23/02/2018 - Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook


22/02/2018 - PIS: trabalhadores nascidos em março e abril podem sacar abono salarial


19/02/2018 - Inscrições para o financiamento estudantil em universidades pagas começam hoje


14/02/2018 - Horário de verão acaba neste fim de semana


07/02/2018 - Candidatos aprovados na 1ª chamada do Sisu têm até hoje para fazer matrícula


03/02/2018 - Ministério da Saúde atualiza casos de febre amarela


30/01/2018 - Matrículas para aprovados na primeira chamada do Sisu começam hoje


27/01/2018 - Bandeira tarifária da conta de luz em fevereiro será verde, sem cobrança extra


26/01/2018 - Inscrições para o Sisu terminam nesta sexta-feira


24/01/2018 - Pessoas com 60 anos ou mais sem conta bancária já podem sacar o PIS/Pasep


23/01/2018 - Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira


19/01/2018 - MEC antecipa data do Sisu; inscrições começam dia 23


18/01/2018 - Resultado do Enem 2017 deve ser divulgado nesta quinta-feira


17/01/2018 - Tarifa de energia deve permanecer na bandeira verde até março, diz ministro


11/01/2018 - Aposentados e pensionistas que ganham mais que o mínimo terão reajuste de 2,07%


10/01/2018 - Inflação da 3ª idade encerra 2017 com elevação de 3,80%


08/01/2018 - Veja calendário de saques do PIS/Pasep para idosos a partir de 60 anos