02/01/2017 - VÍTIMA DE 45 ANOS

Câmeras levaram à identificação de carro e prisão de suspeito de latrocínio em Rancharia


Polícia Civil relata como foi o trabalho técnico realizado nas investigações.

 

O delegado Pablo França, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), relatou ao G1 que foi realizado pela Polícia Civil de Rancharia um trabalho “grandioso” de monitoramento e inteligência para identificar o veículo utilizado no latrocínio registrado na cidade nesta quinta-feira (29) e que vitimou um empresário de 45 anos (foto ao lado). Com os dados do emplacamento e características em mãos, na manhã deste sábado (31) a Polícia Militar se deparou com o carro, um Fiat Uno com placas de Presidente Prudente, e deteve o primeiro suspeito de envolvimento na ocorrência. Ele prestou depoimento e confessou sua participação como motorista, bem como apontou os coautores. Um segundo suspeito também foi detido, mas nega a participação no crime.

Conseguir os dados das placas do veículo foi “muito difícil”, conforme afirmou o delegado. “Foi um trabalho muito grande da Polícia Civil de Rancharia na identificação. Temos muitas câmeras em locais públicos, mas de boa qualidade para conseguir esse trabalho técnico, é muito difícil”, explicou.

Com a identificação do Fiat Uno feita por câmeras, foi possível descobrir a quem o carro pertencia. “A partir desse trabalho [de inteligência] foi possível levantar toda essa rede de proprietários do veículo até chegar a esse primeiro suspeito, preso na manhã deste sábado. E com a prisão do primeiro, fica mais fácil o reconhecimento de todos os outros”, contou França ao G1.

 

‘Cavalo’

Em depoimento à Polícia Civil, o primeiro detido confirmou sua participação no crime. “Existem muitas provas contra alguns dos suspeitos, inclusive ele”, disse. “Primeiro, ele recusou e negou tudo, mas depois de observar tudo o que tinha de prova contra, ele acabou cedendo e utilizando de um artifício processual penal que é a confissão, que beneficia”, explicou o delegado. “Ele confessou o crime e deu riqueza de detalhes, o que prova que ele realmente participou”, declarou ao G1.

“A função deste que foi preso pela manhã, era a de levar e trazer, que no meio policial, chamamos de ‘cavalo’”, contou. “Então, ele levou os dois indivíduos para o roubo ciente de que haveria o crime, ciente de que eles estavam armados, viu quando ambos entraram, um deles armado, ouviu o disparo e ouviu da boca de um deles que teria sido o autor do disparo de arma que levou a óbito uma das vítimas”, relatou França.

Com base nas informações prestadas pelo detido em depoimento e todo o trabalho de inteligência feito, “está sendo possível a identificação dos outros dois”, de acordo com o delegado.

O homem de 54 anos foi visto pela Polícia Militar em seu veículo em Presidente Prudente por volta das 9h30 deste sábado (31). Ele desobedeceu a ordem de parada dos agentes e fugiu pela Rodovia Raposo Tavares (SP-270). O indivíduo só parou após bater em um VW Voyage, no trevo de Presidente Bernardes.

 


Suspeito só foi abordado após bater o carro que dirigia (Foto: Stephanie Fonseca/G1)


Segunda prisão

Durante a tarde deste sábado (31), um segundo suspeito de envolvimento no latrocínio também foi detido. Este, conforme França, é semelhante ao retrato falado divulgado pelo Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter-8) nesta sexta-feira (30). “É quem acreditamos que possa ser o executor do disparo. Ainda não podemos asseverar, porque depende do apontamento das pessoas que estavam na cena do crime. Fazemos um trabalho de possibilidades e dependemos muito de testemunhas e vítimas. Assim que estiver formalizado o trabalho com essas pessoas, que ainda estão abaladas ou viajando”, a confirmação será obtida, explicou França ao G1.

Para este segundo suspeito, já foi representada a prisão temporária.

O retrato falado deu um direcionamento aos policiais e se espalhou pelas redes sociais. “Fica muito fácil excluir suspeitos e, dentro do perfil, o suspeito é bastante semelhante”, comentou. Porém, “isso não é suficiente para apontar a autoria, mas diante de outros meios de prova e outros indícios, foi o suficiente para a prisão para a investigação”, explicou, ainda.

O segundo detido nega a participação no crime, conforme o delegado. “Apesar de não apontar o álibi, ele nega. Ele diz que estava com um monte de gente, pedimos que ele aponte uma pessoa que confirme o horário e ele diz: ‘as pessoas sabem que estava em determinado lugar, mas que eu saía e voltava toda hora’. Então ele não tem álibi e nega a autoria do crime. Mas ele também não tem noção de tudo que já temos”, relatou.

Ainda conforme França, já há um indicativo do terceiro envolvido. Os três suspeitos são moradores de Presidente Prudente.

 

Fonte: G1 Presidente Prudente


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


20/08/2017 - Mulher morre após ser atingida por carro que fugia da polícia em Marília


18/08/2017 - Suspeito de furtar casa de noivos em Assis usaria objetos para organizar o próprio casamento


18/08/2017 - Polícia esclarece tentativa de homicídio com bombons envenenados em Marília


18/08/2017 - Sexta Universitária Open Bar acontece hoje em Assis


17/08/2017 - Carreta é apreendida com meia tonelada de maconha em tanque de combustível em Assis


17/08/2017 - Uma pessoa morre e outras duas ficam gravemente feridas em acidente na SP-270


16/08/2017 - Associação Mulher Unimed Assis dá início ao projeto Canto Coral


16/08/2017 - Após quase 8 meses, prefeitura de Assis fecha cratera em avenida e libera tráfego


15/08/2017 - Família de Tupã faz campanha para pagar transferência de brasileiro que sofreu AVC na Colômbia


14/08/2017 - Parte da estrutura de show do DJ Alok cede e pelo menos 20 pessoas ficam feridas em Prudente


14/08/2017 - Criminoso é morto após troca de tiros com a polícia em rodovia de Palmital


14/08/2017 - Capotamento deixa duas pessoas feridas em rodovia de Tupã


12/08/2017 - Santa Casa de Assis comemora conquista do contrato de gestão do AME Assis por mais 5 anos


12/08/2017 - Galão com 7,5 kg de crack é localizado enterrado em mata em Martinópolis


11/08/2017 - Engenheiro é assassinado em Ourinhos e polícia prende um dos suspeitos


10/08/2017 - Detran.SP flagra irregularidades em autoescola de Marília


07/08/2017 - Motorista de 62 anos morre após colidir contra poste em Cândido Mota


05/08/2017 - Cobra é encontrada dentro de caminhão da Prefeitura de Tupã


04/08/2017 - Prefeitos do Civap agradecem governador pela agilidade na nomeação de 14 novos médicos para o HR


04/08/2017 - Três vão para a cadeia após PM cumprir mandados de busca e apreensão em Maracaí


04/08/2017 - Trabalho da Comissão de doação de órgãos da Santa Casa de Assis leva esperança para 5 pessoas


03/08/2017 - Idosa morre vítima de ataque de cão da raça rottweiler em quintal de residência em Prudente


03/08/2017 - Garoto tem lança de portão cravada no braço ao perseguir pipa em Ourinhos


02/08/2017 - Motorista morre após batida envolvendo duas carretas na Raposo Tavares


01/08/2017 - Motociclista morre ao colidir contra carro e ser atropelado por caminhão em rodovia de Palmital


01/08/2017 - Marba patrocina festa do menino ‘mortadela’ em Marília


01/08/2017 - Pela terceira vez, prefeitura de Assis renova prazo para fechar cratera em avenida


31/07/2017 - Motociclista de 19 anos morre e irmão fica gravemente ferido em acidente na Miguel Jubran


31/07/2017 - Hacker furta R$ 100 mil de empresário mariliense


31/07/2017 - Camaro, com placas de Paraguaçu Paulista, capota e fica destruído em rodovia