07/10/2017 - EDUCAÇÃO

"Nenhuma criança fora da escola", este é o objetivo da Prefeitura de Paraguaçu em 2018


 


Das 60 salas em período integral, ficarão apenas 27 e outras 49 salas serão em período parcial
 

“Nenhuma criança fora da escola”, este é o objetivo do Departamento de Educação de Paraguaçu Paulista em 2018. O município tem hoje uma demanda reprimida de 300 alunos, aguardando vagas nas escolas. Por conta disso, teve que tomar algumas medidas para sanar o problema. Demanda esta que já existia.

De acordo com a diretora de Educação, Elza Pacheco, a lei diz que em relação a educação infantil, o poder público tem obrigatoriedade de oferecer período parcial para toda criança que procura vaga. “Precisamos atender. O que acontece aqui em nossa cidade é que temos mais de 300 crianças fora da educação infantil, em uma demanda reprimida. Temos 300 crianças fora da escola e isto é ilegal. Precisamos trabalhar a legalidade. Precisamos oportunizar. A própria Lei de Diretrizes e Bases da Educação, com as alterações promovidas no ano de 2013, estabeleceu a jornada parcial ou integral para a educação infantil. Vale dizer, se a própria Lei Federal estabelece o turno parcial para a educação infantil, não há como obrigar o Poder Público Municipal a fornecer vagas em período integral, tendo em vista que tal oferta depende da disponibilidade e discricionariedade da administração pública, que precisa administrar os seus escassos recursos para atender o maior número possível de crianças e garantir o direito à educação de todas, com base nos princípios da razoabilidade e proporcionalidade”, ressalta Elza.

No entanto, enfatiza-se que a legislação em vigor que regulamenta o direito constitucional à educação, embora preveja expressamente a garantia do direito à educação infantil, não obriga que o ensino seja ofertado pelo Poder Público em período integral.

Ainda segundo a diretora, Paraguaçu oferece vagas na creche somente em período integral. “Se uma família precisa só do parcial pelo fato de poder ficar meio período com a criança em casa, ela não tem essa oferta”, diz.

Paraguaçu tem hoje, 60 salas em período integral. Baseados na lei nos reorganizamos para em 2018 oferecer 27 salas integrais e 49 parciais. Atendendo todos os alunos já matriculados e os demais que estavam na lista da demanda reprimida. Ao longo do ano, a promotoria nos manda matricular alunos que estão fora da escola e somos obrigados a atender e os professores tendo salas superlotadas. O que a população precisa entender é que tudo está sendo feito de uma forma justa e humana. Nós precisamos olhar o outro. Aqui na nossa cidade quantas crianças precisam da rede municipal para estudar e a lei diz que somos obrigados a dar a vaga parcial. Não podemos oferecer só o período integral. Entretanto, ofereceremos 27 salas em período integral para familiares que todos os responsáveis trabalhem 8 horas diurno e atendam os critérios de classificação. Sabemos que isso não será fácil, mas precisamos arrumar e essa é a única solução legal e moral”, frisa.

Não há dispositivo constitucional ou na Lei 9394/1996 que obrigue os Municípios a oferecerem a educação infantil em tempo integral.

Familiares são atendidos na escola um a um para que possa entender os critérios classificatórios do direito a vaga integral.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


20/06/2018 - Programa Zeladoria recebe primeiro repasse de verba da Prefeitura de Paraguaçu Paulista


20/06/2018 - Prefeita Almira protocola pedido para 'Frente de Trabalho'


20/06/2018 - Seu pano de prato pode conter bactérias ligadas à intoxicação alimentar


20/06/2018 - Vício em videogame é classificado como transtorno


20/06/2018 - Rua Santos Dumont está interditada para recuperação da via em bloquetes


20/06/2018 - Empresário Mario Sampar morre aos 77 anos


20/06/2018 - Caravana Seja Digital estará na Vila Nova, na sexta, sábado e domingo


20/06/2018 - Prefeitura de Paraguaçu funcionará em horário diferenciado na sexta-feira, dia 22


18/06/2018 - Adolescente de 14 anos é apreendido com moto furtada em Paraguaçu Paulista


18/06/2018 - Tem filme com Tatá Werneck nesta sexta-feira em Paraguaçu


18/06/2018 - Curso gratuito de Operação e Manutenção de Colhedora Automotriz está com as inscrições abertas


18/06/2018 - Campanha do Agasalho: É Tempo de Doar!


18/06/2018 - Homem é detido com várias munições de arma de fogo em Paraguaçu Paulista


18/06/2018 - Nossa Energia visita Paraguaçu Paulista nesta semana


18/06/2018 - Paraguaçuense é preso com droga, dinheiro e iPhone furtado


16/06/2018 - CAPS de Paraguaçu recebe R$ 250 mil para aquisição de material permanente


16/06/2018 - Rua Santos Dumont será interditada para recuperação da via em bloquete, a partir de segunda-feira


15/06/2018 - Loja é furtada durante a madrugada e bandido acaba atrás das grades


15/06/2018 - Energisa avisa desligamento programado de energia elétrica em pontos de Paraguaçu Paulista


15/06/2018 - Projeto 'Elas e Elas' é marcado por reflexões sobre o cotidiano feminino


15/06/2018 - Inscrições para Univesp encerram dia 19, terça-feira


14/06/2018 - Campeonato Municipal de Futebol Menores 2018 homenageia Aristide Rosa


14/06/2018 - Conheça as 18 candidatas que disputam o Miss Inverno 2018


14/06/2018 - Idoso morre atropelado em rodovia de Paraguaçu Paulista


13/06/2018 - Carreta atravessada da pista provoca engavetamento com quatro veículos na rodovia Paraguaçu/Assis


13/06/2018 - Caravana Seja Digital começa cadastramento das famílias para kit da TV Digital, em Paraguaçu


12/06/2018 - Garoto de 14 anos é apreendido por tráfico de drogas em Paraguaçu Paulista


12/06/2018 - Inscrições para o Sisu começam neste dia 12 de junho


12/06/2018 - Prefeitura de Paraguaçu flexibiliza expediente em dia de jogos do Brasil na Copa


11/06/2018 - Natação paraguaçuense faz história na 35ª Final Estadual dos Jogos Abertos da Juventude 2018