07/10/2017 - EDUCAÇÃO

"Nenhuma criança fora da escola", este é o objetivo da Prefeitura de Paraguaçu em 2018


 


Das 60 salas em período integral, ficarão apenas 27 e outras 49 salas serão em período parcial
 

“Nenhuma criança fora da escola”, este é o objetivo do Departamento de Educação de Paraguaçu Paulista em 2018. O município tem hoje uma demanda reprimida de 300 alunos, aguardando vagas nas escolas. Por conta disso, teve que tomar algumas medidas para sanar o problema. Demanda esta que já existia.

De acordo com a diretora de Educação, Elza Pacheco, a lei diz que em relação a educação infantil, o poder público tem obrigatoriedade de oferecer período parcial para toda criança que procura vaga. “Precisamos atender. O que acontece aqui em nossa cidade é que temos mais de 300 crianças fora da educação infantil, em uma demanda reprimida. Temos 300 crianças fora da escola e isto é ilegal. Precisamos trabalhar a legalidade. Precisamos oportunizar. A própria Lei de Diretrizes e Bases da Educação, com as alterações promovidas no ano de 2013, estabeleceu a jornada parcial ou integral para a educação infantil. Vale dizer, se a própria Lei Federal estabelece o turno parcial para a educação infantil, não há como obrigar o Poder Público Municipal a fornecer vagas em período integral, tendo em vista que tal oferta depende da disponibilidade e discricionariedade da administração pública, que precisa administrar os seus escassos recursos para atender o maior número possível de crianças e garantir o direito à educação de todas, com base nos princípios da razoabilidade e proporcionalidade”, ressalta Elza.

No entanto, enfatiza-se que a legislação em vigor que regulamenta o direito constitucional à educação, embora preveja expressamente a garantia do direito à educação infantil, não obriga que o ensino seja ofertado pelo Poder Público em período integral.

Ainda segundo a diretora, Paraguaçu oferece vagas na creche somente em período integral. “Se uma família precisa só do parcial pelo fato de poder ficar meio período com a criança em casa, ela não tem essa oferta”, diz.

Paraguaçu tem hoje, 60 salas em período integral. Baseados na lei nos reorganizamos para em 2018 oferecer 27 salas integrais e 49 parciais. Atendendo todos os alunos já matriculados e os demais que estavam na lista da demanda reprimida. Ao longo do ano, a promotoria nos manda matricular alunos que estão fora da escola e somos obrigados a atender e os professores tendo salas superlotadas. O que a população precisa entender é que tudo está sendo feito de uma forma justa e humana. Nós precisamos olhar o outro. Aqui na nossa cidade quantas crianças precisam da rede municipal para estudar e a lei diz que somos obrigados a dar a vaga parcial. Não podemos oferecer só o período integral. Entretanto, ofereceremos 27 salas em período integral para familiares que todos os responsáveis trabalhem 8 horas diurno e atendam os critérios de classificação. Sabemos que isso não será fácil, mas precisamos arrumar e essa é a única solução legal e moral”, frisa.

Não há dispositivo constitucional ou na Lei 9394/1996 que obrigue os Municípios a oferecerem a educação infantil em tempo integral.

Familiares são atendidos na escola um a um para que possa entender os critérios classificatórios do direito a vaga integral.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


20/09/2018 - Mulher achada morta junto a homem em sítio de Paraguaçu Paulista estava sumida há 4 dias


20/09/2018 - Seções de votação da escola 'Vail Justiniano' passam a ser em novo local


20/09/2018 - Convites para show em tributo à banda Abba já estão à venda


19/09/2018 - Mulher encontrada morta em propriedade rural é identificada


19/09/2018 - Paraguaçu inicia programação da Semana Nacional de Trânsito em 2018


19/09/2018 - Oficina de 'Roteiro e Estrutura Narrativa de Audiovisual' está com inscrições abertas


19/09/2018 - Assistência Social de Paraguaçu abre inscrições para o curso de Panificação


18/09/2018 - Filho do candidato a presidente Jair Bolsonaro visita Paraguaçu Paulista


18/09/2018 - Curso gratuito de Manutenção de Colhedora Automotriz - Cana-de-Açúcar está com inscrições abertas


18/09/2018 - Jovem é preso após ameaçar mulher com faca e levar bolsa com R$ 500


18/09/2018 - Vereadores fazem questionamentos à prefeita Almira Garms


18/09/2018 - Psicólogo fala sobre a prevenção ao suicídio na Câmara de Vereadores


18/09/2018 - Casal é preso em MS com carro roubado em Paraguaçu Paulista


17/09/2018 - Paraguaçuense morre após colidir carro contra barranco em vicinal


17/09/2018 - Motociclista perde o controle da direção ao passar por faixa elevada na Av. Siqueira Campos


17/09/2018 - Usina Cocal abre inscrições para curso gratuito de NR 31.8 - Agrotóxico


17/09/2018 - Câmara de Vereadores realiza palestra sobre deficiência


15/09/2018 - 1ª Copa Basquete Master 'Encontro de Gerações' acontece neste fim de semana em Paraguaçu


15/09/2018 - 'Nós somos o trânsito' é o tema da Semana Nacional de Trânsito em 2018


15/09/2018 - Descarte correto de medicamentos também salva vidas


15/09/2018 - Geradores de resíduos de serviços de saúde devem entregar plano de gerenciamento à Prefeitura


15/09/2018 - Time do Emprego forma mais uma turma em Paraguaçu


14/09/2018 - Revelação paraguaçuense, goleiro de 11 anos é convidado pelo Corinthians


14/09/2018 - PM captura procurado pela Justiça por roubo e encontra revólver em sua residência


14/09/2018 - Homens tentam esconder dinheiro na cueca e drogas na boca durante operação da PM em Paraguaçu


14/09/2018 - Projeto 'A Arte da Vida' aborda reciclagem de lixo em escola de Paraguaçu Paulista


13/09/2018 - Lions Clube faz entrega de alimentos arrecadados durante aniversário solidário


13/09/2018 - Encerram amanhã as inscrições para o curso gratuito de 'Jardineiro - Implantação do Jardim'


13/09/2018 - MP pede afastamento de médico suspeito de burlar cartão de ponto em Paraguaçu Paulista


12/09/2018 - Câmara realiza ciclo de palestras voltadas à prevenção e conscientização do suicídio