14/11/2017 - AGRESSÃO

Carcereiro é agredido por preso na cadeia de Lutécia; assista ao vídeo


Após o fato, funcionários do local denunciaram a falta de infraestrutura e efetivo. Segundo eles, no dia da agressão, vítima estava sozinha e deveria ter pelo menos mais um carcereiro.

 


Imagens mostram carcereiro sendo agredido na cadeia de Lutécia
 

OTEM Notícias teve acesso nesta segunda-feira (13) ao vídeo do circuito de segurança da cadeia de Lutécia (SP) que mostra um dos carcereiros do local sendo rendido e agredido por um dos presos. O fato aconteceu no dia 2 de novembro e nesta segunda-feira, a vítima falou sobre o ataque.

O preso que aparece nas imagens foi o último a ser recolhido porque era o responsável pela faxina do local. Mas, em vez de entrar na cela ele parte para cima do carcereiro. A vítima que não quis se identificar conta que o preso carregava uma faca feita artesanalmente.

 


Preso rendeu o carcereiro com uma faca artesanal quando era recolhido à cela em Lutécia (Foto: Reprodução/ TV TEM)

 

“Nesse momento ele me pega de surpresa com um objeto que a gente chama de 'espeto', que uma espécie de faca artesanal que eles fazem com alguns metais que eles tiram das grades, das telas, e ele enfia no meu pescoço e ele fala que era para fugir, que eu não me mexesse e que ele iria me matar."

A agressão dura quase três minutos e durante esse período a cela permaneceu aberta. A vítima conta que dentro dela havia outros quatro presos.

“Os demais presos não saíram do xadrez e eu não sei o motivo. E eu entendi que foi uma iniciativa dele. Eu fiquei com medo de morrer, ele não tem nada a perder, eu tenho a minha vida toda pela frente.”

 


Preso também chega a render outro detento quando o carcereiro consegue se soltar em Lutécia (Foto: Reprodução/TV TEM)
 

As imagens mostram ainda que o carcereiro consegue se libertar e tranca um dos portões de acesso. O preso então faz outro detento refém e a violência só termina com a chegada do delegado.

A cadeia de Lutécia é para presos provisórios que aguardam uma vaga em uma penitenciária da região. O prédio fica junto com a delegacia e de acordo com a polícia tem em média 35 presos por dia.

Após a agressão, funcionários da cadeia denunciam que o local não tem infraestrutura adequada. Teria apenas um carcereiro por turno quando o obrigatório é no mínimo dois. Por isso a vítima estaria sozinha recolhendo o preso no dia da agressão.

Segundo o delegado seccional Newton Calasans Júnior, responsável pela administração da cadeia, a falta de efetivo não justifica a conduta do carcereiro. Para ele, a agressão poderia ter sido evitada.

 


Carcereiro contou os momentos de tensão após ser rendido pelo preso na cadeia de Lutécia (Foto: Reprodução/ TV TEM)
 

“Toda vez que o carcereiro entra na cadeia, tem que ter outro na porta, então naquele dia havia um carcereiro nas dependências da cadeia. Mesmo com um quadro enxuto, as necessidades são sempre atendidas”, afirma o delegado.

Um boletim de ocorrência por lesão corporal foi registrado contra o preso e ele foi transferido para a cadeia de Mirandópolis.

 

Fonte: G1 Bauru e Marília


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


08/12/2018 - Motorista perde o controle e bate em caminhão estacionado em Assis


08/12/2018 - Queda de reboco deixa idoso ferido em farmácia municipal de Marília


06/12/2018 - Morre trabalhador que caiu de poste após levar choque em Tupã


05/12/2018 - Jovem de Ourinhos e outras duas pessoas morrem carbonizadas em acidente de caminhão no Mato Grosso


04/12/2018 - Sete pessoas ficam feridas em acidente na SP-333 em Assis


03/12/2018 - Capotamento próximo ao distrito de Varpa deixa quatro moradores de Quatá feridos


03/12/2018 - Acusado de ter tentado matar ex-esposa a golpes de facão é condenado a quase nove anos de prisão


03/12/2018 - Polícia Rodoviária apreende quase 15 quilos de skank em carro abandonado em Cândido Mota


01/12/2018 - Trabalhador cai de poste após choque e é socorrido por dentista que passava pelo local em Tupã


01/12/2018 - Adolescente é suspeito de matar homem a facadas por causa de dívida de R$ 40 em Marília


30/11/2018 - Unimed Assis encerra Novembro Azul com palestra de conscientização


30/11/2018 - Garoto de 13 anos é surpreendido ao furtar moto de pátio da Ciretran em Tupã


29/11/2018 - Dois vereadores de Borá são presos com espingardas e com 10 cães de caça


29/11/2018 - Criança de 7 anos é atropelada em Assis


29/11/2018 - Rapaz morre ao bater moto em viaduto em avenida de Tupã


28/11/2018 - Homem tem mão decepada em Tupã e é levado às pressas no helicóptero da PM


28/11/2018 - Justiça aumenta pena de mulher condenada por matar ex-marido a tiros em Assis


28/11/2018 - Homem esconde faca em buquê para tentar matar ex-mulher em Marília


27/11/2018 - Motorista de carro que capotou e matou mariliense apresentava sinais de embriaguez, diz polícia


27/11/2018 - HC de Marília investiga morte de mulher após cair de uma maca


26/11/2018 - Jovem de Marília que morreu em grave acidente na SP-331 é identificada


26/11/2018 - Durante chuva de sexta-feira, cerca de 30 mil raios atingiram Assis, Tupã e Presidente Prudente


26/11/2018 - Jovem de Marília morre após grave acidente em rodovia da região


24/11/2018 - Vítima de acidente entre carro e carreta em Tupã morre no hospital


23/11/2018 - Bombeiros de Paraguaçu Paulista resgatam tamanduá-mirim em residência de Quatá


22/11/2018 - Unimed Assis leva premiação de Comunicação e Marketing por evento com Deltan Dallagnol


22/11/2018 - Homem furta 5 estabelecimentos comerciais e é preso, em Rancharia


21/11/2018 - Dossiê denuncia alta cúpula da igreja católica de Marília por 'promiscuidade'


21/11/2018 - Trio é flagrado com maconha e dinheiro escondidos em terreno de Assis


20/11/2018 - Motorista de caminhão morre ao bater na traseira de carreta em Palmital