04/12/2017 - ARTIGO

Educar com fome


Educar com fome corrobora para alunos desinteressados e uma nação cada vez mais subdesenvolvida.

 


 

Para muitas crianças que saem de casa sem o almoço, a merenda escolar é a única refeição do dia. Esta situação foi evidenciada através daquela criança de 8 anos que desmaiou de fome numa escola no Distrito Federal. Ofereciam apenas suco e bolacha, ao invés do cardápio exigido pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar. Segundo especialistas, esta situação se repete em muitas outras escolas pelo país.

Segundo o Correio Braziliense, a família desta criança vive com R$ 946,00 mensais. São aproximadamente 10 pessoas, num imóvel de 46 m2 e os irmãos menores estão sem creche. A aflição desta família deixa claro que as políticas de  transporte, alimentação e habitação precisam ser revistas no Distrito Federal e provavelmente em muitas outras cidades pelo país. Ante esta situação está a falta de fiscalização na aplicação do dinheiro da merenda escolar. São mais de R$ 4 bilhões anuais que deveriam ser revertidos em refeições de qualidade.

Em 2017, a Controladoria Geral da União identificou diversas falhas no controle da aplicação do dinheiro da merenda escolar e quadrilhas especializadas no desvio do dinheiro público. Para se ter ideia, há diversas prestações de contas de estados e municípios sem análises. O resultado nós já conhecemos: merenda fraca e cara.

A diretora de creche Patricia Matias Almeida, Palmas -TO e a professora Roberta Rodrigues Pereira, Campina Grande – PB, em entrevista ao Jornal Hoje do dia 23 de novembro, relatam a sensação de impotência diante destes fatos. Contam sobre a frequência com que professores e funcionários, sensibilizados com a situação, fazem “vaquinha” para comprar algo para atender os olhares famintos das crianças.

Todos nós podemos ajudar! Ao perceber que há algo de errado na aplicação dos recursos destinados à merenda escolar, o cidadão pode procurar o ministério público mais próximo para registrar a denúncia. Esta é sigilosa e pode ser feita na sede mais próxima do Ministério Público ou pela internet. Por exemplo, no estado de São Paulo a denúncia pode ser feita no endereço “mpsp.mp.br” e em Santa Catariana “mpsc.mp.br” .

Felizmente há exceções. Resido em Martinópolis, estado de São Paulo onde, minha esposa é educadora a mais de 10 anos no município. Os relatos que ouço dela quanto à merenda escolar são os melhores. Refeições diversificadas e de qualidade, com porções de frutas e legumes. Bem diferente das escolas noticiadas! Educar com fome corrobora para alunos desinteressados e uma nação cada vez mais subdesenvolvida.
 


Walter Roque Gonçalves
Consultor gerencial e financeiro de empresas, professor executivo da FGV/ABS  de Presidente Prudente | CRA 144.772 | Contato:(18)99723-3109 | consultoriaempresarialjk@gmail.com


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


11/12/2017 - Arma que seria utilizada para roubo é apreendida pela Força Tática


11/12/2017 - Associação do Câncer realiza Bazar do Amor, nos dias 15 e 16


11/12/2017 - Correios de Paraguaçu ainda tem carta do Papai Noel para adoção


11/12/2017 - Presidente da OAB de Paraguaçu participa de maior evento jurídico do mundo


09/12/2017 - Raio causa susto em família de Paraguaçu Paulista


09/12/2017 - Unimed Assis reúne cooperados com equipe clínica de Marília


09/12/2017 - 1º Amicão acontece neste domingo na Praça da Matriz


09/12/2017 - Honrando compromissos, prefeita antecipa pagamento do 13º aos funcionários


09/12/2017 - Paraguaçu tem programação extensa de Natal


09/12/2017 - Bando Carcara Moto Clube promove Tardão Solidário em Paraguaçu


09/12/2017 - Apae Noel homenageia história da cidade e dá show no Recanto Gaúcho de Paraguaçu


09/12/2017 - ACE traz Papai Noel chega nesta próxima semana e comércio inicia horário especial


08/12/2017 - Vitor Bini recebe gerente do Santander após requerer ampliação do atendimento em Paraguaçu


08/12/2017 - Projeto Eco.Vale Verde do Civap realiza destinação correta para 2 toneladas de pilhas e baterias


08/12/2017 - Caminhão derruba parte de carga ao passar sob viaduto em Paraguaçu Paulista


07/12/2017 - Etec de Paraguaçu Paulista abre inscrições para cursos técnicos gratuitos


07/12/2017 - Vereadores se reúnem com representantes do Departamento de Esportes e Lazer para balanço de 2017


07/12/2017 - Espaço em homenagem ao vereador João Rio será inaugurado no próximo dia 14


06/12/2017 - Lar dos Idosos realiza eleição da nova diretoria e elege Natal Canevari como presidente


06/12/2017 - Rotaract faz entrega de perucas confeccionadas para pacientes com câncer


06/12/2017 - Alunos da Etec apresentam Trabalhos de Conclusão de Curso


06/12/2017 - Departamento de Esportes realiza última rodada de Futsal Categoria Livre


05/12/2017 - Paraguaçu realiza 27ª Prova Pedestre José de Oliveira Melo


05/12/2017 - Jovem é preso com quase um quilo de maconha na Barra Funda


05/12/2017 - Câmara aprova projeto da prefeita Almira Garms visando a restituição de recursos ao Estado de SP


05/12/2017 - Câmara aprova projeto que estabelece a transmissão em tempo real dos processos licitatórios


05/12/2017 - Farmácia de Manipulação de Paraguaçu passa por auditoria


04/12/2017 - Mulher sai de Paraguaçu e é presa no PR com mais de 30 kg de cocaína


04/12/2017 - Conheça os fios que prometem substituir a plástica facial


04/12/2017 - Kombat Center faz homenagem para funcionária que completou 20 anos de empresa