12/03/2018 - PARALISAÇÃO

Funcionários dos Correios entram em greve nesta segunda-feira

Fonte: Agência Brasil


 

Servidores dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (12). De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), os trabalhadores são contra mudanças no plano de saúde da empresa, que preveem o pagamento das mensalidades pelos funcionários e a retirada de dependentes dos contratos.

“Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900", informou a Fentect, em nota, ressaltando que o salário médio dos trabalhadores dos Correios é de R$ 1,6 mil, “o pior salário entre empresas públicas e estatais”.

O início da greve coincide com o julgamento sobre o plano de saúde dos trabalhadores no Tribunal Superior do Trabalho (TST), também marcado para amanhã, referente à última negociação salarial.

Segundo a Fentect, a mobilização nacional da categoria foi aprovada em assembleias dos sindicatos. Entre outras reivindicações, os trabalhadores são contra as alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários; a terceirização na área de tratamento; a privatização da estatal; a suspensão das férias dos trabalhadores; a extinção do diferencial de mercado e a redução do salário da área administrativa.

Além disso, entre as demandas da categoria estão a contratação de novos funcionários por meio de concurso público, a segurança nos Correios e o fim dos planos de demissão.

A federação também é contra a extinção e terceirização do cargo de operador de triagem e transbordo, “importante para o movimento do fluxo postal interno”. “Para piorar a situação, a empresa também anunciou o fechamento de mais de 2.500 agências próprias, por todo o Brasil”, diz a nota da Fentect.

Para a categoria, o “desmonte” promovido pela gestão dos Correios tende a prejudicar ainda mais os serviços à população. “A Fentect esclarece que alguns argumentos repassados transmitem uma visão enganosa da realidade na estatal. Por exemplo, quanto ao monopólio dos Correios, que, hoje, corresponde apenas a cartas, malote e telegrama. O segmento de encomendas, como o Sedex, entretanto, sempre foi concorrencial”, informou.

Quanto ao reajuste dos preços dos serviços da estatal, a federação discorda de aumentos abusivos nos valores. “Já em relação ao argumento da ECT para esse reajuste, a respeito da segurança dos trabalhadores, a Fentect esclarece que não há nenhum benefício pago ao trabalhador por esse motivo, bem como nenhum adicional”.

No dia 6 deste mês, os Correios começaram a cobrar uma taxa extra de R$ 3 para encomendas com destino ao Rio de Janeiro. O motivo seria a elevação dos custos da entrega por causa da violência no município. No dia 9, entretanto, após decisão da Justiça Federal, a estatal suspendeu a cobrança.

Para a Fentect, a empresa não onera o governo federal ou o bolso do cidadão com arrecadação de impostos. “Ao contrário, é o governo quem tem retirado verbas da empresa, sem retorno, nos últimos anos, como da ordem de R$ 6 bilhões”, informou. “Com todos os erros e ingerências políticas na administração dos Correios, a direção da estatal promove essas e outras retiradas de direitos dos próprios trabalhadores, responsabilizando-os pelos danos da ECT.”

Oficialmente, a greve da categoria começa neste domingo (11) a partir das 22h, para que os funcionários que trabalham no turno da noite já possam aderir ao movimento.

A reportagem da Agência Brasil não conseguiu contato com a assessoria dos Correios.

 


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


16/02/2019 - Horário de Verão termina neste fim de semana e pode ser o último no país


15/02/2019 - Governo propõe idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres


08/02/2019 - Atividades físicas e sociais protegem cérebro de danos do Alzheimer


08/02/2019 - Fies 2019 abre inscrições para seleção do primeiro semestre


03/02/2019 - CFM regulamenta telemedicina no país; atendimento deverá ser gravado


30/01/2019 - Inscrições para o ProUni começam nesta quinta-feira


28/01/2019 - MEC divulga hoje os resultados do Sisu


16/01/2019 - Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial


10/01/2019 - Governo vai fazer pente-fino em 2 milhões de benefícios do INSS


02/01/2019 - Bolsonaro assina decreto que fixa salário mínimo em R$ 998 em 2019


27/12/2018 - Agências bancárias não abrem no dia 31


26/12/2018 - Prazo de saque do abono salarial 2016 termina nesta semana


21/12/2018 - Seguro-desemprego pode ser solicitado pela internet; saiba como


07/12/2018 - ONS prevê bandeira verde na energia por 'muito tempo'


19/11/2018 - Abono Salarial PIS calendário 2018/2019 começa a ser pago para os nascidos em novembro


17/11/2018 - Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23


05/11/2018 - Mega-Sena acumula e agora pagará R$ 22 milhões


01/11/2018 - Horário de verão tem início à 0h de domingo


24/10/2018 - Eleitor que não votou no 1º turno vota normalmente no domingo (28)


22/10/2018 - Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje


17/10/2018 - Governo decide manter início do horário de verão no dia 4


13/10/2018 - Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco


06/10/2018 - Confira qual é a ordem de votação na urna eletrônica


05/10/2018 - Horário de verão terá início em 18 de novembro


02/10/2018 - Eleições mudam início do horário de verão para novembro


24/09/2018 - Cotistas com menos de 60 anos têm última semana para sacar PIS/Pasep


10/09/2018 - A cada 40 segundos, há um suicídio no mundo


04/09/2018 - Governo anuncia valor do salário mínimo para 2019


03/09/2018 - Conheça o Setembro Amarelo: Campanha de Prevenção ao Suicídio


01/09/2018 - Caixa concederá crédito consignado com garantia do FGTS