04/07/2018 - POLÍTICA

Pré-candidato a governador de São Paulo, Luiz Marinho, visita Paraguaçu Paulista

Fonte: Da Redação | Foto: Manoel Moreno


Marinho já foi ministro do Trabalho e Previdência no governo Lula, além de ter ocupado outros cargos de liderança

 


O político se reuniu com a paraguaçuense e pré-candidata a deputada federal, a paraguaçuense Mariana Rosseto Santos
 

Luiz Marinho, que possui um longo currículo na política, escolhido como pré-candidato ao governo do estado de São Paulo pelo PT – Partido dos Trabalhadores, esteve em Paraguaçu Paulista na última sexta-feira, dia 29, onde se reuniu com a pré-candidata a deputada federal, a paraguaçuense Mariana Rosseto Santos, autoridades municipais, imprensa e membros da comunidade.

Luiz Marinho é ex-prefeito de São Bernardo do Campo, também já foi ministro do Trabalho e Previdência no governo Lula, presidente da Central Única dos Trabalhadores – CUT e do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, candidato a vice-governador na chapa do Genuíno e atual presidente do PT pelo estado de São Paulo.

Segundo ele, a sua visita a Paraguaçu Paulista se deu para fortalecer a militância, estimular a participação de debates, se reunir com a pré-candidata a deputada federal do PT, Mariana Rosseto Santos, e para conversar com a comunidade.

Para Marinho, o Brasil voltou a estar em um atoleiro, da mesma forma em que o governo Lula recebeu o país em seu primeiro mandato. “Temos que olhar o Brasil, no qual nós tiramos do atoleiro, na liderança do Lula, a partir de 2002. Se você comparar o Brasil de hoje com o de antes, você vai ver algumas referências muito parecidas. Em 2002, quando Lula foi candidato, nós tínhamos um Brasil totalmente submisso dos americanos, onde estava em debate a formação da ALCA, onde tínhamos um desemprego maior do que temos hoje, onde o Brasil estava totalmente submisso ao FMI. O Lula nos libertou de tudo isso, nos libertou da fome exagerada que tinha naquele momento, da mortalidade infantil; enfim, um conjunto de outras questões gerando oportunidades de empregos. E eu, como ministro, tive a oportunidade de ajudar nesse processo. Hoje, de novo a gente olha para o cenário e vê um Brasil no atoleiro e afundando cada vez mais.”

Sobre os seus objetivos se for eleito governador do estado de São Paulo, Luiz Marinho descreveu: “Eu enxergo a solução do estado a partir do que você pensar num plano plurianual; ou seja, orçamento, volume de receita projetados para os quatro próximos anos e determinar qual é a fatia de cada região. Assim, estimular organização regional. Nisso, prefeitos, governadores, deputados, empresários, sindicalistas; ou seja, a sociedade participando, para fazer um grande diagnóstico da região e a partir de um diagnóstico de problemas e soluções, de forma que você envolva todo mundo, num processo de sinergia importante entre administrações municipais, estado e instituições públicas.”

A educação é uma das áreas que para Luiz Marinho deve ser investida intensamente. “Para isso, temos que falar na valorização dos profissionais, não só professores, mas no conjunto de profissionais da educação. Valorização salarial, investimento em capacitação continuada, investimento nas condições de trabalho.”

O pré-candidato fez uma comparação com o atual salário dos professores estaduais com o salário dos professores de São Bernardo do Campo, quando ele foi prefeito. “No estado temos um salário para uma jornada de 40 horas de trabalho semanal de R$ 2.186,00. Em São Bernardo, implantamos uma jornada de 30 horas, com salário de entrada de R$ 4.000,00.”

A saúde é outro ponto que deve ter uma grande atenção para Luiz Marinho. “Vamos reestruturar a saúde, como fizemos em São Bernardo do Campo, onde introduzimos as UPA’s para cuidar de urgência e emergência de baixa e média complexidade; instituímos um novo hospital com 300 leitos para dar retaguarda nisso; refizemos e modernizamos o Centro de Especialidades; ampliamos e modernizamos o Brasil Sorridente, no qual fomos premiados por seguidos anos; implantamos a rede CAP’s para cuidar da saúde mental e álcool e droga. Ou seja, fizemos um conjunto de transformações.”

Sobre a pré-candidata a deputada federal Mariana Rosseto, Marinho descreveu-a como capacitada, comprometida, com conhecimento profundo no tema educação, com sensibilidade para poder representar, com compromisso com o lado certo da história, que é de resgatar as políticas públicas para valorizar e libertar as pessoas. “Mais do que isso, é preciso aumentar a participação das mulheres em todas as áreas, e na política nem se fala”, acrescentou.

Mariana Rosseto aproveitou para falar. “Eu quero dizer que estamos muito unidos. É um momento, acima de tudo, de fortalecermos a esperança das pessoas, porque nós que vivemos no chão da terra, sabemos exatamente o que está acontecendo em nosso país. Hoje é muito difícil você conversar com uma dona de casa e ela não estar indignada com aquilo que ela enfrenta quando vai fazer compra, quando ela não consegue emprego.”

 

LUIZ MARINHO  é de Minas Gerais, e desde cedo trabalhava na lavoura com outros irmãos. Aos 13, 14 anos, corria o risco de se intoxicar quando aplicava defensivos agrícolas na plantação com aquelas bombas presas às costas. Foi para São Paulo em meados da década de 70, estimulado por dois irmãos mais velhos que trabalhavam no ABC. Marinho entrou na Volkswagen em 1978 enquanto residia no distrito São Rafael de 75 a 1990, quando se mudou para São Bernardo. É desse período que se inicia nas lutas trabalhistas ou sindicais. A consciência cidadã, entretanto já estava dada nas lutas reivindicatórias mais gerais.

 


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


14/11/2018 - 'A família e o diabetes' é o tema do Dia Mundial do Diabetes 2018


14/11/2018 - Câmara de Assis arquiva processo contra vereador flagrado com cocaína


13/11/2018 - Atendendo a pedido do Presidente Ian Salomão, saúde terá novo carro


13/11/2018 - História de paraguaçuenses que há 30 anos vão ao GP Brasil de Fórmula 1 vira matéria do JN


13/11/2018 - Agroterenas e Sindicato Rural Patronal abrem inscrições para curso gratuito


12/11/2018 - APAE de Paraguaçu realizará mais um Show de Prêmios


12/11/2018 - Em parceria com a Usina Cocal, Senar realiza curso para comunidade


12/11/2018 - Veja como foi o Keirokai realizado pela Acepp


10/11/2018 - Adolescente é apreendido por tráfico de drogas em Paraguaçu


09/11/2018 - Na palma da mão: app do Detran.SP ajuda a lembrar hora de fazer manutenção no veículo


08/11/2018 - Mãe de criança especial necessita de ajuda da população


08/11/2018 - Acidente na Rua Sete de Setembro deixa ferido


08/11/2018 - Atropelamento em Paraguaçu com suspeita de suicídio


08/11/2018 - VIP Telecom inaugura nova loja em Paraguaçu


07/11/2018 - Tiro de Guerra lança projeto “Visão de Futuro”


07/11/2018 - Programa Vizinhança Solidária é implantado em Paraguaçu


07/11/2018 - Instalação Premiada’ sai para moradora de Palmital


06/11/2018 - ACIA sedia wokshop para potencializar vendas de final de ano


06/11/2018 - Médico é demitido após denunciar superlotação em hospital de Marília


06/11/2018 - AME Assis realiza treinamento sobre lavagem correta das mãos


06/11/2018 - Oitava etapa da Corrida Pelo Verde acontece em Ourinhos neste domingo, 11 de novembro


06/11/2018 - Agroterenas S.A Cana em parceria com Sindicato Rural Patronal de Paraguaçu Paulista abrem inscrições


05/11/2018 - Paraguaçu terá mais uma Via Rápida Emprego em 2019


05/11/2018 - Dois acidentes ocorrem ao mesmo tempo na Av. Siqueira Campos


05/11/2018 - Paraguaçu sedia semifinal dos Jogos Unimed


03/11/2018 - Empresários da cidade e região se reúnem para o 'Day One'


03/11/2018 - Cocal oferece curso gratuito de operador de motobomba


02/11/2018 - Paraguaçu celebra o Dia Nacional da Alimentação na Escola com o atendimento de 8.400 alunos


02/11/2018 - Com aprovação da Câmara, prefeita Almira fará recape e iluminação da cidade


01/11/2018 - Exercício simulado de acidente mobiliza equipes de salvamento e parceiros na Usina Ibéria