06/11/2018 - SUPERLOTAÇÃO

Médico é demitido após denunciar superlotação em hospital de Marília

Fonte: G1 Bauru e Marília | Foto: TV TEM / Reprodução


Hospital das Clínicas nega relação da demissão do profissional com postagem de vídeo nas redes sociais mostrando pronto-socorro lotado. Conselho Regional de Medicina vai investigar o caso.

Um médico que postou um vídeo na semana passada mostrando a situação de superlotação da ala de pronto-socorro do Hospital das Clínicas (HC) em Marília (SP) foi demitido após a repercussão da denúncia nas redes sociais.O Conselho Regional de Medicina (Cremesp) foi acionado e diz que vai investigar o caso. Em nota, a Famar, fundação privada que gerencia o HC, negou que a demissão tenha qualquer relação com a divulgação do vídeo.

As imagens foram feitas pelo médico Ricardo Cruz de Rezende Paoliello. Segundo ele, as pessoas que estavam na enfermaria lotada do PS pediram a ele alguma ajuda. Paoliello afirmou ainda que entende a demissão como um fato “normal”. “Naquele dia tinha muitas famílias em sofrimento, me puxando pra pedir ajuda, e entendi que o que eu podia fazer por eles era denunciar aquela situação. Fui demitido porque trabalhava para uma empresa terceirizada que tem o direito de mandar embora o trabalhador quando ela quiser”, disse o médico.

A superlotação no HC de Marília é uma reclamação antiga dos pacientes, mesmo após inauguração de uma nova ala de urgência e emergência em maio do ano passado, quando a estrutura foi triplicada ao custo de R$ 6 milhões.

De acordo com o Sindicato dos Empregados da Saúde de Marília existe uma defasagem de pelo menos 30% no quadro dos funcionários de todo o complexo do qual o HC faz parte. Atualmente, a instituição conta com 2,4 mil funcionários.O Cremesp informa que abriu sindicância e está investigando tanto a conduta do profissional como a situação do hospital. Segundo Leandro Presumido Júnior, delegado da Regional de Marília do Cremesp, todo esse processo deve durar de seis meses a um ano. “Vamos ouvir todas as partes, inclusive pacientes, e a sindicância será analisada por uma plenária que vai definir se houve ilícito ético e qual das partes o cometeu. Também vai determinar eventuais punições, que vão desde uma advertência até o cancelamento do CRM, caso a falha ética tenha sido do médico”, explicou o delegado do Cremesp.

Em nota, o Departamento Regional de Saúde (DRS) de Marília informou que o pronto-socorro do HC funciona de "porta aberta", atendendo a demanda espontânea de pacientes de toda a região, bem como casos direcionados por demais serviços da rede.

A nota diz ainda que, por ser referência para 62 municípios, “pode ocorrer eventual sobrecarga de demanda no HC”, mas que, “mesmo assim, não há qualquer desassistência”.


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


21/01/2019 - Tentando procurar irmão, assisense encontra paraguaçuense desaparecido


21/01/2019 - Estão abertas as inscrições para cursos gratuitos do Sindicato Rural


19/01/2019 - Homem é morto por tribunal de facção criminosa após estuprar criança em Paraguaçu Paulista


19/01/2019 - Paraguaçuenses, garotos de 11 e 14 anos se destacam e são grandes promessas do futebol


19/01/2019 - Prefeita Almira busca recursos em São Paulo


19/01/2019 - Programa Rede de Proteção Animal intensifica atividades em Paraguaçu


19/01/2019 - Educação promove capacitação dos AVES com atividades lúdicas e primeiros socorros


19/01/2019 - Paraguaçu abre inscrições para Frente de Trabalho, a partir de segunda


19/01/2019 - Vendedor ambulante, de Avaré, se recusa a pagar licença e tem produto apreendido


17/01/2019 - Paraguaçuense, professor do Instituto Federal de Minas Gerais morre após ser espancado


17/01/2019 - Funcionário do Horto Florestal sofre acidente após se deparar com boiada atravessando a pista


17/01/2019 - Associação Comercial empossa nova diretoria para o biênio 2019/2020


16/01/2019 - Cabos da PM são homenageados por serem destaques em suas ações


16/01/2019 - Presidente Serginho faz primeira reunião com vereadores


15/01/2019 - Novena em louvor ao Apóstolo São Paulo inicia nesta quarta-feira


14/01/2019 - Motociclista vai parar no chão após colidir na traseira de carro, na Murilo Macedo


14/01/2019 - Estudo relaciona uso de redes sociais a desordens comportamentais


12/01/2019 - Futebol de Base de Paraguaçu participa da 10ª Copa Eco Turística do Mercosul de Rancharia 2019


11/01/2019 - IPVA 2019 em SP: pagamento pode ser parcelado em cartão de crédito


11/01/2019 - Time do Emprego abre inscrições em Paraguaçu Paulista, nesta sexta


11/01/2019 - Motociclista tem braço decepado e morre após colisão frontal contra carreta em rodovia de Paraguaçu


10/01/2019 - Saúde de Paraguaçu intensifica campanha de luta contra a hanseníase


10/01/2019 - Pneu de motocicleta estoura e deixa casal ferido na rodovia Paraguaçu/Quatá


10/01/2019 - Vereadores reúnem-se com a Prefeita em seu gabinete


09/01/2019 - Energisa Sul-Sudeste apoia Projeto Escola Viva de Paraguaçu Paulista


09/01/2019 - Estrada de acesso ao loteamento Rancho Alegre está liberada para trânsito


08/01/2019 - Rodovia é liberada após interdição durante temporal em Paraguaçu Paulista


08/01/2019 - Presidente Serginho inicia os trabalhos na Câmara Municipal


07/01/2019 - Samu socorre vítimas de capotamento na rodovia Paraguaçu/Assis


07/01/2019 - Barreira de represa se rompe e água inunda pista da Raposo Tavares em Paraguaçu Paulista