02/01/2019 - ECONOMIA

Bolsonaro assina decreto que fixa salário mínimo em R$ 998 em 2019

Fonte: Do G1


Orçamento formulado pelo governo Temer previa R$ 1.006. Fórmula utilizada considera inflação de 2018, que deve ficar abaixo do esperado, e variação do PIB.

 


O presidente Jair Bolsonaro - Foto: Evaristo Sá/AFP
 

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e publicado nesta terça-feira (1º) em edição extra do “Diário Oficial da União” fixou o salário mínimo em R$ 998 neste ano. O valor atual é de R$ 954.

Com isso, o valor ficou abaixo da estimativa que constava do orçamento da União, de R$ 1.006. O orçamento foi enviado em agosto do ano passado pelo governo Michel Temer ao Congresso.

 


Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução/’Diário Oficial’
 

O que a equipe econômica do governo Michel Temer dizia é que a inflação de 2018 (um dos fatores que determinam o valor) vai ser menor que o projetado anteriormente – quando foi proposto salário mínimo de R$ 1.006 em 2019.

De acordo com informações do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos (Dieese), o salário mínimo serve de referência para o rendimento de cerca de 48 milhões de trabalhadores no Brasil.

 

Fórmula do salário mínimo

O reajuste do salário mínimo obedece a uma fórmula que leva em consideração o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes e a variação da inflação, medida pelo INPC, do ano anterior.

Para o salário mínimo de 2019, portanto, a fórmula determina a soma do resultado do PIB de 2017 (alta de 1%) e o INPC de 2018. Como só será possível saber no início do ano que vem a variação do INPC de 2018, o governo usa uma previsão para propor o aumento.

Além da inflação e do resultado do PIB, no reajuste do mínimo de 2019 está embutido uma compensação pelo reajuste autorizado em 2018, de 1,81%, que ficou abaixo da inflação medida pelo INPC. Esse foi o menor aumento em 24 anos.

O ano de 2019 é o último de validade da atual fórmula de correção do mínimo, que começou a valer em 2012. O próximo presidente da República, Jair Bolsonaro, ainda não detalhou qual será sua proposta para o salário mínimo de 2020 em diante.

 

Impacto nas contas

O reajuste do salário mínimo tem impacto nos gastos do governo. Isso porque os benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) aos aposentados não podem ser menores do que um salário mínimo.

A Constituição 1988 estabeleceu o salário mínimo como piso de referência dos benefícios da Seguridade Social – que incluem Previdência, assistência social e o seguro-desemprego.

O governo projeta que cada R$ 1 de aumento no salário mínimo gera um incremento de cerca de R$ 300 milhões ao ano nas despesas do governo.

Segundo cálculos do Dieese, porém, o salário mínimo “necessário” para despesas de uma família de quatro pessoas com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, seria de R$ 3.959,98 ao mês em novembro deste ano.

 


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


14/05/2019 - Pedidos de recurso e revisão do INSS passam a ser feitos por internet


06/05/2019 - Termina hoje prazo para eleitor faltoso evitar cancelamento de título


06/05/2019 - Inscrições para o Enem 2019 começam hoje; saiba como participar


10/04/2019 - Governo quer dobrar o limite de pontos e o prazo de validade da CNH


01/04/2019 - Estudantes podem pedir isenção no Enem a partir de hoje


14/03/2019 - Facebook e Instagram ficam instáveis no Brasil e em outros países


23/02/2019 - Quem tem direito adquirido não precisa antecipar aposentadoria


16/02/2019 - Horário de Verão termina neste fim de semana e pode ser o último no país


15/02/2019 - Governo propõe idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres


08/02/2019 - Atividades físicas e sociais protegem cérebro de danos do Alzheimer


08/02/2019 - Fies 2019 abre inscrições para seleção do primeiro semestre


03/02/2019 - CFM regulamenta telemedicina no país; atendimento deverá ser gravado


30/01/2019 - Inscrições para o ProUni começam nesta quinta-feira


28/01/2019 - MEC divulga hoje os resultados do Sisu


16/01/2019 - Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial


10/01/2019 - Governo vai fazer pente-fino em 2 milhões de benefícios do INSS


27/12/2018 - Agências bancárias não abrem no dia 31


26/12/2018 - Prazo de saque do abono salarial 2016 termina nesta semana


21/12/2018 - Seguro-desemprego pode ser solicitado pela internet; saiba como


07/12/2018 - ONS prevê bandeira verde na energia por 'muito tempo'


19/11/2018 - Abono Salarial PIS calendário 2018/2019 começa a ser pago para os nascidos em novembro


17/11/2018 - Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23


05/11/2018 - Mega-Sena acumula e agora pagará R$ 22 milhões


01/11/2018 - Horário de verão tem início à 0h de domingo


24/10/2018 - Eleitor que não votou no 1º turno vota normalmente no domingo (28)


22/10/2018 - Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje


17/10/2018 - Governo decide manter início do horário de verão no dia 4


13/10/2018 - Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco


06/10/2018 - Confira qual é a ordem de votação na urna eletrônica


05/10/2018 - Horário de verão terá início em 18 de novembro