10/01/2019 - ECONOMIA

Governo vai fazer pente-fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Fonte: Agência Brasil


Medida provisória de combate a fraudes deve ser assinada até dia 14

 


 

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregularidade. O anúncio foi feito pelo secretário Especial da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, após reunião, no Palácio do Planalto, para tratar da medida provisória de combate a fraudes no INSS, que deve ser editada pelo presidente Jair Bolsonaro até segunda-feira (14).

Marinho se reuniu com os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia) para avaliar o texto da medida provisória. "Há mais de 2 milhões de benefícios que precisam ser auditados, porque têm algum indício de ilicitude. Por isso há necessidade de fazer uma espécie de mutirão para zerar esse estoque", disse Marinho.

Segundo o secretário, o mutirão poderá gerar "uma economia significativa", aos cofres públicos. "Há relatórios de ações anteriores, inclusive convalidados pelo TCU [Tribunal de Contas da União], que demonstram uma incidência de 16% a 30% de fraude nesse tipo de benefício".

 

Assinatura da MP

O secretário disse que, até segunda-feira, o presidente deve assinar a MP. “Eu acredito que até segunda-feira o presidente vai assinar. Assinando, passa a ser do conhecimento público e a gente vai poder explicar em detalhes o que a gente pretende nesse projeto, que combate a fraude, aperfeiçoa os mecanismos de validação de benefício em todo o país e atende uma preocupação da sociedade como um todo”.

O texto da MP foi submetido à avaliação do presidente. “O presidente já teve conhecimento do teor da MP, mas enquanto ele não assinar, vamos aguardar um pouco”, disse Marinho, acrescentando que as regras da medida provisória devem provocar uma economia na casa de “bilhões de reais”, sem especificar os valores.

 

Segurança jurídica

Conforme o secretário, a MP também vai trazer “segurança jurídica” para o INSS. “Estamos prevendo algumas alterações na legislação que vão dar uma segurança jurídica ao próprio trabalho do INSS. Ao longo dos últimos anos, várias ações feitas pelo INSS para aperfeiçoar o sistema esbarraram na falta de fundamentação legal. Essas dificuldades que foram identificadas estão sendo corrigidas”.

Após assinada, a MP terá validade imediata, mas precisará ser aprovada pelo Congresso Nacional para se transformar definitivamente em lei. O Congresso tem um prazo de 60 dias, podendo ser prorrogado por mais 60, para votar o texto, aprovando-o ou decidindo pela sua rejeição.

Paralelamente, a equipe econômica faz simulações para definir a proposta de emenda à Constituição (PEC) para a reforma da Previdência, para ser encaminhada para o Congresso Nacional. As simulações envolvem idade mínima para aposentadoria e prazo de transição para os trabalhadores que já contribuem para o atual modelo previdenciário.

 


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


14/05/2019 - Pedidos de recurso e revisão do INSS passam a ser feitos por internet


06/05/2019 - Termina hoje prazo para eleitor faltoso evitar cancelamento de título


06/05/2019 - Inscrições para o Enem 2019 começam hoje; saiba como participar


10/04/2019 - Governo quer dobrar o limite de pontos e o prazo de validade da CNH


01/04/2019 - Estudantes podem pedir isenção no Enem a partir de hoje


14/03/2019 - Facebook e Instagram ficam instáveis no Brasil e em outros países


23/02/2019 - Quem tem direito adquirido não precisa antecipar aposentadoria


16/02/2019 - Horário de Verão termina neste fim de semana e pode ser o último no país


15/02/2019 - Governo propõe idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres


08/02/2019 - Atividades físicas e sociais protegem cérebro de danos do Alzheimer


08/02/2019 - Fies 2019 abre inscrições para seleção do primeiro semestre


03/02/2019 - CFM regulamenta telemedicina no país; atendimento deverá ser gravado


30/01/2019 - Inscrições para o ProUni começam nesta quinta-feira


28/01/2019 - MEC divulga hoje os resultados do Sisu


16/01/2019 - Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial


02/01/2019 - Bolsonaro assina decreto que fixa salário mínimo em R$ 998 em 2019


27/12/2018 - Agências bancárias não abrem no dia 31


26/12/2018 - Prazo de saque do abono salarial 2016 termina nesta semana


21/12/2018 - Seguro-desemprego pode ser solicitado pela internet; saiba como


07/12/2018 - ONS prevê bandeira verde na energia por 'muito tempo'


19/11/2018 - Abono Salarial PIS calendário 2018/2019 começa a ser pago para os nascidos em novembro


17/11/2018 - Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23


05/11/2018 - Mega-Sena acumula e agora pagará R$ 22 milhões


01/11/2018 - Horário de verão tem início à 0h de domingo


24/10/2018 - Eleitor que não votou no 1º turno vota normalmente no domingo (28)


22/10/2018 - Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje


17/10/2018 - Governo decide manter início do horário de verão no dia 4


13/10/2018 - Boletos vencidos a partir de R$ 100 podem ser pagos em qualquer banco


06/10/2018 - Confira qual é a ordem de votação na urna eletrônica


05/10/2018 - Horário de verão terá início em 18 de novembro