25/06/2019 - AEDES AEGYPTI

Mesmo com início do Inverno, dengue ainda é problema em Paraguaçu

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura - Silvana Paiva


São 1.750 casos positivos e um óbito sendo investigado. A maior dificuldade para eliminar os criadouros do Aedes aegypti é a falta de conscientização da população.

 


Para reforçar as orientações contra a dengue, a equipe de controle de vetores do Departamento de Saúde tem desenvolvido também ações junto às escolas municipais, por meio de uma parceria com o Departamento de Educação, Esporte e Lazer (Foto: Josué Sena/Cedida)

 

O Inverno começou no 21 de junho de 2019, às 12h54. Mesmo assim, não há como diminuir a preocupação com a dengue, de acordo com os dados do Departamento de Saúde de Paraguaçu Paulista. O coordenador das ações de controle de vetores do Departamento de Saúde, Josué Campos Sena, informou que o registro é de 2.000 notificações e de 1750 casos positivos de dengue no município. Os dados foram atualizados até esta segunda-feira (24).

Paraguaçu Paulista não registra nenhum óbito por dengue. Há apenas o caso suspeito de um idoso de 88 anos que faleceu no dia 2 de junho, que está em investigação e aguardando resultado da sorologia pelo Instituto Adolfo Lutz.

Mesmo assim, durante o período de inverno, agentes da Vigilância Epidemiológica de Paraguaçu Paulista mantêm o trabalho de combate à dengue. Grupos de agentes têm percorrido os bairros do município para levar orientações aos moradores, a fim de evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença.

A principal preocupação, segundo Josué Sena, ainda é a falta de conscientização da população quanto à eliminação dos criadouros do Aedes aegypti. “As atividades hoje consistem em intensificar as ações em áreas de circulação viral, com visitas domiciliares para a eliminação de criadouros. A grande dificuldade ainda é a falta de concretização da população”, afirmou Josué.

Ele alerta a população para o fato de que o inverno brasileiro não é tao rigoroso a ponto diminuir a infestação do vetor. “Apesar de a temperatura cair um pouco, em algumas casas ainda são encontradas larvas do Aedes aegypti, os moradores ainda abandonam nos quintais objetos que acumulam água como latas e, até mesmo, brinquedos de criança”, esclareceu o coordenador.

Ele destacou que a dengue também se prolifera no inverno porque o mosquito continua ativo e transmitindo a doença. Por isso, afirma que os moradores não podem se descuidar em nenhuma época do ano. “A gente procura contar com a colaboração de todos. Esperamos que as pessoas se conscientizem e saibam que o problema pode estar dentro dos próprios quintais”, comenta.

Para reforçar as orientações, a equipe de controle de vetores do Departamento de Saúde tem desenvolvido também ações junto às escolas municipais, por meio de uma parceria com o Departamento de Educação, Esporte e Lazer. “Nas palestras e atividades com as crianças, reforçamos que a dengue pode ser evitada com cuidados simples como fechar os vasos sanitários, vedar com telas ralos e caixas d'água, eliminar pratinhos de plantas e limpar as calhas e bebedouros de animais”, relatou Josué Sena.

 

 

Número de mortos por dengue cresce 163% no Brasil

O Ministério da Saúde registrou, até junho deste ano, 366 mortes em decorrência da dengue em todo o Brasil, um aumento de 163%, se comparado ao mesmo período do ano passado. Outros 453 casos estão sob investigação.

Segundo o último boletim epidemiológico, divulgado nesta segunda-feira, há 596,38 mil casos confirmados da doença no país, além de 1.127 milhão casos prováveis. Em 2018, eram 170.628 casos prováveis, ou seja, houve um acréscimo de 560% em 2019.

As regiões Sudeste e Centro-Oeste têm a maior incidência de dengue: 920 casos a cada 100 mil habitantes e 908 casos a cada 100 mil habitantes, respectivamente. Em relação aos estados, Minas Gerais lidera o ranking, com 1.084 casos a cada 100 mil habitantes, seguido por Goiás (1.230 casos/100 mil habitantes) e Mato Grosso do Sul (1.164 casos/100 mil habitantes).

Chikungunya

Os números relativos à chikungunya também aumentaram, de acordo com o Ministério da Saúde. Até 8 de junho, foram 65.826 casos prováveis, um salto de 7,1% em relação ao mesmo período de 2018. Estão confirmados 15 mortes em decorrência da chikungunya, sendo 13 no Rio de Janeiro, um na Bahia e um no Distrito Federal. Outros 46 estão sendo averiguados.

Zika

Até 1º de junho deste ano, foram somados 6.526 casos de zika em todo Brasil, um aumento de 28% em relação a 2018 (5.096 casos). Não há registro de mortes por zika neste ano, segundo o boletim.

 


“Nas palestras e atividades com as crianças, reforçamos que a dengue pode ser evitada com cuidados simples como fechar os vasos sanitários, vedar com telas ralos e caixas d'água, eliminar pratinhos de plantas e limpar as calhas e bebedouros de animais”, relatou Josué Sena
(Foto: Josué Sena/Cedida)

 


Compartilhar:  


VEJA TAMBÉM


18/07/2019 - Rotary Club faz evento para recepcionar governador e lançar campanha de arrecadação de lacres


18/07/2019 - Instagram deixa de mostrar número de curtidas das postagens


18/07/2019 - Esportes de Paraguaçu participam dos Jogos Regionais com 160 atletas


18/07/2019 - Meio Ambiente da Prefeitura celebra Dia de Proteção às Florestas


18/07/2019 - Mulher é encontrada após ser vítima de sequestro em Paraguaçu Paulista


17/07/2019 - Família está desesperada a procura de mulher desaparecida em Paraguaçu Paulista


17/07/2019 - Motocicleta é apreendida com adolescentes na Vila Priante


17/07/2019 - Lixo eletrônico agora tem local para descarte consciente


16/07/2019 - Os efeitos alarmantes de uma única lata de refrigerante no seu organismo


16/07/2019 - A busca do sono perfeito pode virar obsessão


16/07/2019 - Prefeitura de Paraguaçu publica gabaritos de concurso público


16/07/2019 - Deputado Camarinha destina recurso a pedido do vereador Ian Salomão


15/07/2019 - 3º Festival de Música reúne palestras, oficinas e concertos em Paraguaçu Paulista


15/07/2019 - Cejusc é inaugurado na sede da Polícia Militar de Paraguaçu Paulista


13/07/2019 - CmNet sorteia 10 clientes para saborearem as delícias da Dardanella Pizzaria


13/07/2019 - Vacinação contra raiva em cães e gatos será de 15 a 24 na zona rural de Paraguaçu


13/07/2019 - Recapeamento de ruas beneficia Barra Funda, Vila Nova e Murillo Macedo


13/07/2019 - Espaço Horta da Prefeitura de Paraguaçu faz primeira colheita de verduras


13/07/2019 - Cartório Eleitoral de Paraguaçu faz plantão da biometria neste sábado, dia 13 de julho


12/07/2019 - Homem é preso após agredir com chutes e socos a sua esposa em Paraguaçu Paulista


12/07/2019 - ACE abre inscrições para workshop gratuito 'Como lidar com a inadimplência'


11/07/2019 - Residencial Green Park está em fase final e oferece lotes para pagar em até 200 meses


11/07/2019 - Atletas paraguaçuenses se preparam para correr 135 km na Ultra dos Anjos Internacional 2019


11/07/2019 - Motorista desrespeita sinalização e causa acidente em Paraguaçu Paulista


11/07/2019 - Rotary Club de Paraguaçu Paulista e Casa da Amizade têm novos presidentes


08/07/2019 - Paraguaçu imuniza mais de 100% do público-alvo contra gripe e ainda tem vacina nas UBS


08/07/2019 - Não haverá coleta de lixo nesta terça-feira, 9 de julho, Dia da Revolução Constitucionalista


06/07/2019 - Bombeiros de Paraguaçu Paulista são homenageados pelo Tiro de Guerra


06/07/2019 - Escola de Negócios da ACE promove cursos e divulga agenda


06/07/2019 - Prefeita participa da 'Escola de Prefeitos' realizada em São Roque