28 kg de crack são apreendido residência na zona oeste de Marília


Esta é a maior apreensão do entorpecente da história da delegacia

A DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) apreendeu na manhã de ontem 28,7 quilos de crack em uma casa na rua Ernesto Javurek, na Vila Maria, zona oeste da cidade. Esta é a maior apreensão do entorpecente da história da delegacia, que estima prejuízo ao tráfico de R$ 200 mil, porém com o refino da droga, o valor ultrapassaria os R$ 500 mil.

Para não atrapalhar o andamento das investigações, o delegado adjunto da DISE, Marcelo Perpétuo Sampaio, não informou de quem seria a droga, mas disse que parte da quadrilha, inclusive o chefe, foi presa recentemente pela própria delegacia.

“O bando envolvido não trafica apenas crack, mas também cocaína e maconha. Também a área de atuação do grupo não se restringe apenas à zona oeste. A droga era distribuída a vários pequenos traficantes de todos os pontos da cidade”, afirma.

Ainda segundo Sampaio, investigações apontaram onde a quadrilha escondia a droga. No imóvel, os policiais encontram caixas térmicas onde a droga estava armazenada. Também foi apreendido um Chevrolet Corsa, com placas de Ourinhos, e que seria usado para transportar o entorpecente. Não havia ninguém na casa.

As porções, de aproximadamente 500g cada, estavam numeradas. Acredita-se que cada uma delas já tinha seu destino certo e este será o rumo das investigações a partir de agora.

“Vamos tentar identificar a origem desta droga e quais seriam os seus receptadores”, finalizou o delegado.

FLORATA GELATERIA


i7 Notícias i7 Notícias