31% das crianças da rede municipal de Marília estão acima do peso


Este é resultado da pesquisa feita com estudantes de 6 a 10 anos

 
Uma pesquisa em Marília aponta um índice preocupante. 31% das crianças de 6 a 10 anos que estudam na rede municipal estão acima do peso e até mesmo obesas. Mudar os hábitos dentro e fora de casa é a primeira atitude pra garantir um crescimento saudável da criança.

Seu filho não resiste a comidas gordurosas, refrigerantes? Como você faz para controlar a alimentação dentro de casa? Lúcia pega no pé da filha de 9 anos.

Uma pesquisa feita em Marília mostrou que 31% das crianças que frequentam a rede pública de ensino são obesas ou estão com sobrepeso. O levantamento avaliou estudantes de 6 a 10 anos de idade.

O trabalho supervisionado pela Luciana Pfeifer, coordenadora do centro de atendimento à obesidade infantil entrevistou quase 8 mil crianças na cidade.

Em Marília, o poder público mantém este núcleo que faz o acompanhamento de crianças gordinhas com a ajuda dos pais. Elas fazem atividades físicas e recebem orientações que valem para toda a família.

O problema é que o número de atendimentos ainda é pequeno: para o ano que vem vão ser abertas 240 vagas, a cada semestre. Calcula-se que cerca de duas mil crianças precisariam fazer o acompanhamento. A nutricionista Conceição Lima diz que o segredo para manter o ponteiro da balança no lugar é ensinar as crianças desde cedo a comer o que faz bem.

MATAHARI


i7 Notícias i7 Notícias