DISE prende casal que usava criança para vender drogas


Menina de 13 anos servia como mula para não levantar suspeitas

Investigações de mais de 30 dias da DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) resultaram na prisão em flagrante do mototaxista José Santana, 44, e da desempregada Maria Barbeiro, 34. Segundo a polícia, o casal é suspeito de vender drogas utilizando crianças para não levantar suspeitas.

Investigação apurou que uma garota de 13 anos era transportada na garupa de moto para buscar e entregar entorpecentes na região oeste da cidade.

Levantamento do caso começou após o recebimento de denúncia anônima. O setor de inteligência da DISE passou a vigiar os passos da mulher e do mototaxista, inclusive com campanas. Na noite de terça-feira (3), em mais uma incursão, flagraram José Antônio e a menor deixando a rua Emaús, no Betel, zona leste. Eles seguiram para uma conhecida boca de fumo na zona norte para então levar drogas até clientes na região oeste. Foi feito o acompanhamento pelos policiais civis.

Quando os dois retornaram para o local de partida, foram surpreendidos. Buscas resultaram no encontro de várias porções de maconha, que totalizaram 46 gramas. Durante o processo investigativo, foi descoberto que a menina era usada como mula e que chefe do esquema era Maria Aparecida Barbeiro, 34. Ela foi presa logo depois.

Os três envolvidos foram levados ao Plantão Policial, onde prestaram depoimento. A jovem foi liberada. Já José Antônio foi encaminhado à cadeia de Garça e Maria Aparecida, à cadeia de Pompeia. A delegacia de combate ao tráfico continua com as investigações.

 

Fonte: Diário de Marília

ÓPTICA JOVEM


i7 Notícias i7 Notícias