Família faz rifa para pagar tratamento de paraguaçuense que teve o pé amputado

Rifa ajudará no custeio de consultas, fisioterapia e prótese.


Rifa ajudará no custeio de consultas, fisioterapia e prótese.

 


 Família faz rifa para pagar tratamento de paraguaçuense que teve o pé amputado (Foto: Arquivo pessoal)

 

No dia 26 de fevereiro de 2019, a paraguaçuense Maria Aparecida Guedes Ostroski sofreu um acidente na rua Quatá, no bairro Barra funda, em Paraguaçu Paulista (SP), que provocou uma fratura exposta grave. Após 44 dias hospitalizada tentando sua recuperação, veio a triste notícia que ela teria que amputar o membro afetado, no caso o pé esquerdo.

Como a reabilitação pelo SUS é mais demorada, a família optou pelo tratamento particular na AACD em São Paulo.

Para ajudar nos custos do tratamento (consultas, fisioterapia e prótese), a filha da vítima, Kátia Santana, está vendendo uma rifa no valor de R$ 5.00 cada número, tendo como prêmio um Notebook, com sorteio programado para o próximo sábado, dia 10 de agosto.

“Quem puder colaborar, eu levo a rifa até a pessoa”, destacou Kátia. “Desde já agradecemos grandemente de coração à todas as pessoas que estão nos ajudando nesse momento difícil, que Deus abençoe a cada um de vocês”, ressaltou.

Kátia afirmou ainda que está tendo ajuda de alguns empresários de Paraguaçu Paulista. Ela afirmou que se alguém doasse o prêmio da rifa (Notebook), seria melhor, já que não precisaria tirar dinheiro do que foi arrecadado para compra do equipamento.

Quem quiser mais informações ou colaborar adquirindo números da rifa pode ligar no telefone (18) 99682-2083 (Falar com Kátia).

 

DROGARIAS POUPAQUI