Com festa, paciente curado de Covid-19 recebe alta em Paraguaçu Paulista

Edilson Rodrigues ficou 24 dias internado na Santa Casa de Paraguaçu Paulista, sendo que 15 dias foram na UTI – Unidade de Terapia Intensiva.



Edilson recebeu alta da Santa Casa de Paraguaçu com direito a uma grande festa

Após vinte e quatro dias internado na Santa Casa de Paraguaçu Paulista, Edilson Rodrigues Viana, 50 anos, recebeu alta neste último sábado, dia 27, com direito à festa. Ele necessitou ficar 14 dias entubado devido à gravidade do quadro.


Enfermeiras e Assistente Social da Santa Casa de Paraguaçu Paulista

A coordenadora da enfermagem, Carla Andrade, falou com a imprensa e contou sobre o período em que Edilson ficou sob os cuidados da Santa Casa.

“Ele deu entrada com a gente com Síndrome Gripal. De início, ele foi para um quarto clínico, porém, foi se agravando e teve a necessidade de dar entrada na UTI. Depois de um dia, foi necessária a entubação, devido à queda de saturação. Ele teve uma evolução boa. Graças a Deus, hoje ele está tendo alta”, explicou a enfermeira.

Carla relatou que o agravamento do quadro clínico do paciente se deu à sua comorbidade, que é a hipertensão arterial. “Esta é uma comorbidade que está mais presente nos pacientes mais graves de Covid-19”, completou.


A esposa também foi diagnosticada com Covid-19, mas ela não precisou de internação

Além de Edilson, a sua esposa, Silvana Leite da Rocha Viana foi diagnosticada com Covid-19. O casal tem dois filhos, um mora em outra cidade e outro nao mora com a família, portanto somente Silvana contraiiu Covid-19, mas apenas Edilson precisou ser internado.

Aliviada, a esposa do paciente fez os seus agradecimentos e contou como foram esses últimos dias de grande medo na vida da sua família. 

“Não tem nada que fale o quão estamos felizes. Agradecemos a Deus, aos familiares, aos amigos, aos enfermeiros, aos médicos e à assistente social, que nos deu muito apoio. Se não fossem eles, a gente não aguentaria. A gente sozinho doente em casa e ele aqui. É uma doença que te deixa impotente, te deixa longe de quem mais ama, que é a família. E isso nos dá força depois, pois vem o reconhecimento e a gratidão”, relatou.
 

DROGARIAS POUPAQUI


i7 Notícias i7 Notícias