Prefeita Almira traz o Programa Emergencial de Auxílio Desemprego para Paraguaçu

São 20 vagas e as inscrições serão realizadas de 12 a 21 de agosto, das 8 às 12 horas, nos CRAS e Departamento de Assistência Social, apenas com agendamento por telefone.


A prefeita Almira Garms conseguiu junto ao governador João Doria que Paraguaçu Paulista fosse contemplada com 20 vagas do Programa Emergencial de Auxílio Desemprego (PEAD) – Meu Emprego Cidadão Trabalhador. 

As inscrições já têm início nesta quarta-feira, dia 12, e seguem até o dia 21 de agosto, das 8 às 12 horas, nos CRAS e Departamento de Assistência Social de Paraguaçu Paulista, porém somente com agendamento feito antes por telefone.

Condições para o cadastramento:

•    Situação de desemprego igual ou superior a um ano, desde que não seja beneficiária de seguro-desemprego ou qualquer outro programa assistencial equivalente;
•    Residência no mínimo de dois anos no município;
•    Poderá cadastrar-se somente um beneficiário por núcleo familiar.

Deverão ser apresentados os seguintes documentos:

•    Carteira de identidade (RG);
•    CPF/CIC;
•    Carteira de Trabalho e Previdência Social;
•    CO
•    Público alvo: Cidadãos desempregados a pelo menos 1 (um) ano, residente no município há no mínimo 2 (dois) anos e em alta vulnerabilidade social, com idade mínima de 17 anos e máxima 70 anos;
•    Benefício de R$ 330,00 por mês;
•    Duração de 6 meses, prorrogável por mais 3 meses;
•    Trabalho de até 6 horas em 4 dias da semana;
•    Qualificação profissional em 1 dia da semana.

A diretora do Departamento de Assistência Social da Prefeitura de Paraguaçu Paulista, Márcia Matos, informa que o Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego proporciona qualificação profissional e renda para cidadãos que estão desempregados e em situação de alta vulnerabilidade social. 

“Os beneficiários receberão qualificação profissional para atuação em áreas de zeladoria predial e urbana e atuarão em atividades como limpeza, conservação e manutenção de órgãos públicos municipais em contrapartida ao benefício financeiro oferecido pelos municípios”, esclarece Márcia Matos.
 

DROGARIAS POUPAQUI


i7 Notícias i7 Notícias