Ciclista paraguaçuense acidentada em rodovia continua na UTI

Ela foi atropelada por um carro na última segunda-feira, dia 12, em Paraguaçu Paulista (SP).



Dayane da Silva Gonçalves

Quatro dias após sofrer um acidente na Rodovia Manílio Gobbi (SP-284), a paraguaçuense Dayane da Silva Gonçalves continua em estado grave, internada na UTI da Santa Casa de Paraguaçu Paulista (SP).

Conforme noticiamos no último dia 13, Dayane e o seu esposo, David Goes, pedalavam pela rodovia Paraguaçu-Assis, na noite de segunda-feira, quando foram atingidos por um carro, que havia perdido o controle da direção após ser colidido por um caminhão durante uma ultrapassagem.

O acidente deixou o esposo da ciclista com ferimentos leves, porém, ela teve ferimentos graves, como fraturas na mão e braço, fratura exposta em uma das pernas e complicações no fígado, que resultou em uma hemorragia.

Segundo a irmã da jovem, Mislene Sumita, Dayane precisou passar por cirurgia - necessitando ainda realizar outras – devido a hemorragia. Para o procedimento, foi necessária a reposição de sangue, o que gerou uma mobilização de doação que lotou o Hemocentro do Hospital Regional de Assis na última quarta-feira, dia 14, com a presença de mais de cinquenta pessoas vindas de algumas cidades da região.

“Agradeço ao Tiago Bazzo, que já passou também por um grave acidente, e se prontificou em formar um grupo no WhatsApp para ajudar na doação de sangue”, disse Mislaine Sumita.


Dezenas de pessoas reunidas no Hemocentro do HR de Assis para doação de sangue

Outra mobilização foi realizada ontem, dia 15, mas desta vez foi para se reunirem em frente à Santa Casa para todos estarem orando pela recuperação da jovem de 26 anos.

Nesta quinta-feira, dia 15, Mislene postou em suas redes sociais as informações sobre o quadro clínica da irmã.

Boletim médico, do dia 15/10, sobre o estado de saúde da Dayane:

Ela está estável. Porém, devido aos medicamentos e ao estresse fisiológico, decorrente da perda sanguínea que sofreu, tem provocado inchaços em determinadas regiões do corpo. 

Ainda utilizando medicamento para elevar a pressão arterial. Contudo em uma dose menor que ontem.

Sistema respiratório funcionando bem.

Função renal está começando a normalizar.

Ela já está mostrando sinais de querer se manter acordada.

É necessário aguardar a redistribuição dos líquidos para a retirada da sedação, para que seja feita uma nova cirurgia, dessa vez para correção das fraturas na tíbia, braço e mão do lado direito.

A recuperação, quanto à cirurgia feita no fígado, está adequada e dentro do esperado.

Mais uma vez agradecemos imensamente o carinho, as orações e pensamentos positivos de todos vocês! 

Pedimos encarecidamente que aguardem a postagem diária sobre a evolução do quadro dela, nas redes sociais da família. São inúmeras mensagens que estamos recebendo (o que nos deixa muito felizes em saber o quanto ela é querida). Porém é impossível responder individualmente a todos ????

DROGARIAS POUPAQUI


i7 Notícias i7 Notícias