Após 45 anos, primos se conhecem em Paraguaçu Paulista

Encontro aconteceu após uma publicação em um grupo na internet onde morador de Pedra Bela procurava pelo pai.


O domingo (10) foi de alegria para dois primos que após 45 anos puderam se conhecer em Paraguaçu Paulista/SP.

O encontro aconteceu na casa da dona Vera Lúcia de Novaes Nunes, de 63 anos. Ela recebeu o primo Samuel Garcia da Rocha, de 45 anos, morador de Pedra Bela/SP, em sua residência na Rua Padre Anchieta, na Barra Funda.


Vera Lúcia recebendo o seu primo Samuel Garcia

A história toda começou após uma postagem feita por uma moradora do bairro, a dona Virgínia Soares Cavalcante. Em um grupo de vendas da cidade, ela fez uma publicação procurando por familiares perdidos. Foi quando Samuel entrou em contato com Virginia dizendo que era de Paraguaçu Paulista, que estava morando em outra cidade, mas que tinha desejo de encontrar o pai que ele acreditava viver no município.

Virginia então entrou na história, auxiliando Samuel a divulgar a sua busca no grupo e deu certo. A dona Vera viu a publicação e entrou em contato com Samuel por acreditar que ambos eram parentes. Foi então que a família finalmente se conheceu, a princípio, apenas por mensagens e ligações.


Virgínia foi quem ajudou o encontro acontecer

Samuel soube também nesse momento que o pai que ele procurava já havia falecido, mas que os primos o aguardavam para conhecê-lo em Paraguaçu Paulista.

Na manhã deste domingo, dia 10, Samuel saiu de Pedra Bela, acompanhado da esposa Sônia Aparecida Pizani da Rocha e dos filhos Jean Augusto Pizani da Rocha e Lidiane Aparecida Pizani da Rocha, com destino a Paraguaçu Paulista, uma viagem que durou mais de seis horas, já que os dois municípios ficam localizados a mais de 550 km de distância.


Samuel e família foram recebidos com um café da tarde na casa de Vera

O encontro foi marcado por emoção e muito carinho. “Foi muito bom, a gente está muito feliz com tudo isso que está acontecendo e o meu maior prazer é poder receber essa família em casa”, ressaltou a dona Vera Lúcia.

Samuel agora vai ficar uns dias em Paraguaçu para conhecer melhor a prima Vera e os familiares que aqui residem. “Agora para mim ela [Vera] vai ser uma mãe para o resto da minha vida”, declarou, emocionado.
 

DROGARIAS POUPAQUI 2


i7 Notícias i7 Notícias