Governo de SP envia doses da vacina contra a Covid-19 para hospitais de Botucatu e Marília

Plano de distribuição de doses, seringas e agulhas começa nesta segunda-feira (18) para início da imunização de profissionais de saúde.



A CoronaVac está sendo desenvolvida no Brasil em conjunto com o Instituto Butantan - Foto: Reuters

O governo do estado de São Paulo anunciou que vai começar nesta segunda-feira (18) a distribuir doses, seringas e agulhas para seis hospitais de referência do estado, para o início da vacinação contra a Covid-19. Entre as unidades contempladas, estão o Hospital das Clínicas de Botucatu e de Marília.

O anúncio foi feito depois que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, por unanimidade, o uso emergencial das vacinas CoronaVac, do Instituto Butantan, e da Universidade de Oxford. A primeira dose da CoronaVac no Brasil foi aplicada já neste domingo (17), em uma enfermeira de São Paulo.

Além do HC de Botucatu e Marília, os produtos também serão enviados para os HCs da Capital e de Ribeirão Preto, HC de Campinas e Hospital de Base de São José do Rio Preto.

O Hospital das Clínicas de Botucatu informou que as doses da vacina devem chegar na unidade entre terça e quarta-feira. Um plano de vacinação será discutido nesta segunda-feira (18). Em Marília, a superintendência também informou que o hospital está se organizando.

Segundo o governo do estado, essas unidades foram selecionadas para a fase inicial porque são hospitais-escola regionais, com maior fluxo de pacientes em suas áreas de atuação, e todos devem iniciar nesta semana a vacinação de suas equipes, que totalizam 60 mil trabalhadores.

Na sequência, o governo estadual informou que grades de vacinas e insumos também serão enviadas a polos regionais para redistribuição às prefeituras.

Em São Paulo, profissionais de saúde de hospitais de referência no combate à pandemia e integrantes de populações indígenas começaram a ser vacinados em uma sala dedicada do Complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, já no primeiro dia de campanha.
 


i7 Notícias i7 Notícias