Profissionais da Educação recebem capacitação para retorno presencial

As recomendações repassadas abrangem diversas diretrizes que vão nortear a volta às aulas presenciais.


A preparação para volta às aulas presenciais já está em andamento na rede municipal de ensino de Paraguaçu. O plano do Departamento de Educação estabeleceu um cronograma de treinamentos sobre medidas e protocolos que buscam um retorno às salas de aula que seja seguro para toda a comunidade escolar.

A retomada prevê estratégias sanitárias e pedagógicas que envolve a organização da rotina escolar.  Segundo a diretora de Educação, Profa Paula Renata Bertho, estão sendo feitas as adequações necessárias com a contratação de mais equipes de limpeza para que a higienização das escolas aconteça com mais frequência e a compra de equipamentos de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) para os funcionários.

Uma das atividades estabelecidas pelo cronograma foi o treinamento com a Vigilância Sanitária do Município que passou orientações aos diretores das escolas. As recomendações repassadas abrangem diversas diretrizes que vão nortear a volta às aulas presenciais, que vão desde a organização da entrada e saída de alunos mantendo o distanciamento social, o posicionamento dos alunos nos veículos de transporte escolar até os cuidados nas atividades dentro da sala.  

A Engenharia de Segurança do Trabalho municipal também tem preparado docentes, discentes, técnico-administrativos, Auxiliares de Vida Escolar (AVEs), merendeiras e pessoal de serviços diversos, além dos motoristas de transporte escolar, em capacitações teóricas e in loco.  

A definição da volta às aulas ainda depende da condição epidêmica do município. Em uma reunião recente, o Comitê para Acompanhamento e Enfrentamento da Pandemia do Covid-19 decidiu adiar a retomada das aulas presenciais, que estava marcada para o próximo dia 1. O novo cronograma definiu um retorno escalonado sendo dia 15/03 para o Ensino Fundamental II, dia 29/03 para o Ensino Fundamental I e 12/04 para a volta das aulas na Educação Infantil. A primeira etapa de retorno deverá ser com 25% da capacidade física das escolas.



i7 Notícias i7 Notícias