Fósseis de dinossauro encontrados em obra em Marília podem ter 65 milhões de anos

Funcionários que trabalhavam na duplicação da Rodovia SP-333 encontraram partes do fêmur e da costela do animal na altura do km-341.


Fósseis de um dinossauro foram encontrados em uma obra em Marília. Estima-se que o membro é de um animal que viveu há cerca de 65 milhões de anos. Funcionários que trabalhavam na duplicação da Rodovia SP-333 encontraram partes do fêmur e da costela do animal na altura do km-341.

O fêmur do animal tem cerca de 50 centímetros e foi encontrado por funcionários da concessionária Entrevias, que é quem cuida da manutenção da estrada. O fóssil estava a cerca de cinco metros de profundidade e foi visto durante as escavações para construção de um talude às margens da pista.

A retirada foi feita por técnicos de engenharia, meio ambiente e geologia. Todo o processo de remoção do fóssil do dinossauro levou cerca de uma hora. Por sorte, as obras não precisaram ser paralisadas. Depois da retirada, foram feitas outras buscas na tentativa de encontrar outros fragmentos.

Mais fragmentos


Fóssil encontrado na cidade de Marília, em São Paulo, no último dia 24 de setembro. Crédito: Museu de Paleontologia de Marília/Divulgação

Foi aí que os pesquisadores Willian Nava, responsável pelo Museu de Paleontologia de Marília, e o geólogo Nilson Bernardi, da empresa que faz o monitoramento paleontológico do trecho da SP-333, conseguiram encontrar o fragmento da costela do dinossauro com cerca de 45 centímetros.

Segundo os pesquisadores, os fósseis pertencem a um Titanossauro, animal do período Cretáceo, que viveu há cerca de 65 milhões de anos, onde hoje é a América do Sul. Esses animais eram herbívoros e tinham entre 9 e 12 metros de comprimento, podendo pesar até 13 toneladas.

Escala de grandeza

Para efeito de comparação, o maior animal terrestre vivo, o elefante africano, tem “apenas” 3,4 metros de comprimento em sua fase adulta e pesa, em média, seis toneladas.  Em entrevista ao portal UOL, Navas defendeu que mais fragmentos devem ser encontrados durante as obras da SP-333.

Agora, os fósseis do dinossauro, que foram encontrados no último dia 24 de setembro, estão no Museu de Paleontologia de Marília, onde passarão por um processo de limpeza e, posteriormente, serão expostas ao público.

Em decorrência de uma reforma, o museu está fechado para a população no momento. A previsão de reabertura é para o primeiro trimestre de 2022.
 

DROGARIAS POUPAQUI


i7 Notícias i7 Notícias