HC de Marília confirma que a morte da bebê de Paraguaçu foi por complicações da Covid-19

Confirmação foi feita pela superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HC/Famema), Paloma Libânio.

Publicidade - OTZAds


Confirmação foi feita pela superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HC/Famema), Paloma Libânio

A superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HC/Famema), Paloma Libânio, confirmou nesta quinta-feira (13) que a bebê de Paraguaçu Paulista, de sete meses, realmente faleceu por complicações da Covid-19, na quarta-feira (12).

A bebê, que tinha outras comorbidades, estava internada no Hospital Materno Infantil do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília (HC/Famema) e faleceu na tarde de quarta-feira.

Ela foi sepultada no Cemitério da Paz de Paraguaçu Paulista, às 8h30 desta quinta-feira (13), sem a realização de velório.

Este foi o primeiro óbito em decorrência da Covid-19 em 2022, em Paraguaçu Paulista. 

Embora, até o momento, não tenha sido confirmado oficialmente pelo Departamento de Saúde da Prefeitura de Paraguaçu Paulista, o óbito da bebê, por complicações da Covid-19, deverá constar no Boletim Epidemiológico a ser divulgado no próximo dia 17, já que é feito semanalmente pela pasta.

O último Boletim Epidemiológico oficial foi divulgado no dia 10 de janeiro.


i7 Notícias i7 Notícias