Homem é preso por ameaçar mãe e filha de morte

O acusado manteve as ameaças frente aos policias militares e disse que "poderia ficar até dez anos preso, mas ao sair terminaria de fazer o que prometeu e mataria as duas".



O acusado manteve as ameaças frente aos policias militares e disse que "poderia ficar até 
dez anos preso, mas ao sair terminaria de fazer o que prometeu e mataria as duas"

Na noite de sexta-feira (11), um homem de 56 anos foi preso em flagrante por violência doméstica e ameaça, em Cândido Mota.

Após solicitação do Copom para atendimento de ocorrência de desinteligência famíliar, os policiais militares fizeram contato com as vítimas, mãe e filha, que informaram sofrer ameaças de morte por parte do acusado. 

O homem estava de posse de uma faca dizendo que, à noite, iria cortar o pescoço da mulher e da filha e colocar fogo na casa. 

Com a chegada da polícia e ao ser informado que todos iriam para o plantão policial, o autor ficou agressivo e manteve as ameaças à esposa e à filha. De acordo com o registro policial, o homem afirmou que "poderia ficar até dez anos preso, mas ao sair terminaria de fazer o que prometeu e mataria as duas". 

A duas vítimas e o acusado foram conduzidos ao plantão da Delegacia de Defesa da Mulher, onde foi elaborado boletim de violência doméstica e ameaça. 

O homem foi preso e permanece à disposição da Justiça.

MATAHARI


i7 Notícias i7 Notícias