Dois fogem da prisão, carcereiro tenta evitar e é atropelado

Os detentos teriam sido ajudados por três pessoas em um Toyota Corolla Branco.



Os detentos teriam sido ajudados por três pessoas em um Toyota Corolla Branco

Dois presos fugiram do anexo semiaberto da Penitenciária de Marília, na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294). Os detentos teriam sido ajudados por três pessoas em um Toyota Corolla Branco.

Um agente penitenciário que tentou evitar a fuga foi atropelado, mas antes conseguiu deter um dos suspeitos.

Os presos que conseguiram escapar da prisão são Eduardo Henrique Gonçalves, de 35 anos, e Júnior César de Souza Santos, 22.

Os dois teriam tido ajuda de Maycon da Silva Santos, 31, e de outros dois colegas conhecidos como “Killer” e “Sem Nome”. Os três teriam resgatado os detentos com o carro, por volta das 13h45 de quarta-feira (23).

O setor de segurança da penitenciária percebeu a ação, acionou o alarme e um dos agentes penitenciários quase conseguiu evitar a fuga.

Na tentativa, o carcereiro conseguiu deter apenas um dos cinco envolvidos na ação. Um dos três que foram ao resgate dos presos – de nome Maycon – foi preso em flagrante por colaborar com a fuga. Ele pode pegar de dois a seis anos de reclusão.

O agente penitenciário, por outro lado, ao segurar um dos acusados, acabou sendo atropelado. Em luta corporal, ele tentava retirar o rapaz de dentro do veículo e acabou atingido pela roda na perna direita.

Autuado em flagrante, Maycon da Silva Santos ajudou a identificar os outros dois acusados de facilitação na fuga.

FLORATA GELATERIA


i7 Notícias i7 Notícias