Polícia Civil prende 54 pessoas e instaura 692 inquéritos

Um dos casos mais graves ocorreu em Tupã, onde um homem foi preso em flagrante após estuprar e assaltar uma mulher.



Um dos casos mais graves ocorreu em Tupã, onde um homem foi preso em flagrante após estuprar e assaltar uma mulher

O Deinter Bauru divulgou nesta terça-feira (8), um balanço da operação "Resguardo II", voltada à repressão à violência contra a mulher e de iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Foram pouco mais de 30 dias e terminou com a prisão de 54 pessoas, além da instauração de 692 inquéritos e a conclusão de outros 639 procedimentos. 

A conclusão ocorreu justamente no Dia Internacional da Mulher. Foram mobilizados 129 policiais civis em toda a área do departamento com elaboração de 993 boletins de ocorrência, além de ter solicitado 543 medidas protetivas.

Foram apuradas 95 denúncias de violência contra a mulher, atendendo nesse período 678 vítimas. 

O balanço não especifica por região, mas o Deinter envolve as regiões (Seccionais) Marília, Ourinhos, Tupã, Bauru, Lins e Jaú.

Um dos casos mais graves ocorreu em Tupã, onde um homem foi preso em flagrante após estuprar e assaltar uma mulher. Ele foi preso em menos de três horas por investigadores da DIG. 

Em nota, a Polícia Civil informou que a operação é “voltada à repressão à violência contra a mulher e de iniciativa do Ministério da Justiça e Segurança Pública”
 

CACAU SHOW


i7 Notícias i7 Notícias