Tupã registra segundo caso no ano de leishmaniose em humanos

Homem de 49 anos é morador de rua e está internado na Santa Casa da cidade em estado considerado grave.




A Secretaria de Saúde de Tupã confirmou nesta terça-feira (19) o segundo caso de leishmaniose visceral em humanos neste ano. O primeiro caso de 2022, que atingiu um homem de 54 anos, morador da Vila Inglesa, foi informado no último dia 3 de fevereiro. Não há óbitos pela doença registrados neste ano.

A segunda vítima do ano é um homem, de 49 anos, que está em tratamento na Santa Casa da cidade, em estado considerado grave. O paciente é morador de rua há pelo menos dois anos, sofre de alcoolismo e possui comorbidades.

Apesar deste quadro, a Secretaria de Saúde considera que o agravo de sintomas, como aumento do baço e fígado, indica a demora na procura por atendimento médico, com consequente diagnóstico tardio.

O teste rápido foi feito no paciente pelo laboratório municipal após notificação da suspeita informada pela Santa Casa.

Para evitar novos casos, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) mantém o trabalho de busca ativa por pessoas e cães com sintomas da doença. Os animais sintomáticos terão amostras de sangue coletadas para análise.
 

FLORATA GELATERIA


i7 Notícias i7 Notícias