Mais de 1 milhão de peixes são soltos no Rio Paranapanema

A empresa fez a soltura de 1,35 milhão de peixes das espécies pacu, curimbatá e lambari.



A empresa fez a soltura de 1,35 milhão de peixes das espécies pacu, curimbatá e lambari

A CTG Brasil concluiu nesta quinta-feira (28) a soltura de 1,35 milhão de peixes, das espécies pacu, curimbatá e lambari, nos reservatórios das Usinas Salto Grande, Canoas I e II, Chavantes, Taquaruçu, Rosana e Capivara, operadas pela empresa no Rio Paranapanema.

A conclusão foi feita em Teodoro Sampaio.

A ação foi conduzida por profissionais da área de Meio Ambiente da empresa, e algumas solturas tiveram caráter educativo, com a participação de crianças de escolas da rede pública de ensino, inclusive em Teodoro Sampaio.

As solturas fazem parte do Programa de Manejo e Conservação da Ictiofauna, realizado pela CTG Brasil com objetivo de repovoar e garantir diversidade de peixes por meio da produção e soltura de espécies nativas. As solturas são autorizadas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Os peixes são produzidos na piscicultura da empresa, em Salto Grande (SP). No laboratório, além da produção de peixes, são desenvolvidas pesquisas em parceria com universidades.

Desde 2016, quando a empresa assumiu a gestão do programa, já foram soltos mais de 21 milhões de peixes nas bacias dos rios Paraná e Paranapanema.


A ação foi conduzida por profissionais da área de Meio Ambiente da empresa

 

CACAU SHOW


i7 Notícias i7 Notícias