Câmara de Vereadores parabeniza Antônio Carlos Affini por trajetória no basquete

Toni Affini, como é conhecido, nasceu em Paraguaçu Paulista em 1949, filho de Aparecida Pongitori Affini e Izaias Affini.



Toni Affini, como é conhecido, nasceu em Paraguaçu Paulista em 1949, filho de 
Aparecida Pongitori Affini e Izaias Affini

Na Sessão Ordinária de segunda-feira (20), a Câmara de Vereadores aprovou moção de autoria dos vereadores Vilma Bertho e Professor Derly, que parabeniza Antonio Carlos Affini por sua trajetória no basquete.

Toni Affini, como é conhecido, nasceu em Paraguaçu Paulista em 1949, filho de Aparecida Pongitori Affini e Izaias Affini. Quando criança, era interessado por tudo, principalmente música e esportes. Desde muito pequeno falava que queria ser Professor de Educação Física, inspirado pelo Professor Hortal, que era ídolo das crianças na época. Fez seus estudos no CENE e, aos 19 anos, foi para São Paulo, dando sequência aos estudos, concluindo a formação em Educação Física, Pedagogia e MBA (Recursos Humanos).

A História como árbitro começou quando foi assistir a um jogo entre Paraguaçu Paulista e São José dos Campos. Paraguaçu estava ganhando, mas após alguns erros do árbitro, São José dos Campos venceu. Ficou inconformado e invadiu a quadra para brigar. Foi nesse momento que ele decidiu que seria árbitro.

Affini conquistou vários desafios como:
1972 - Iniciou a sua trajetória como árbitro;
1981 - Foi homenageado pela Federação Paulista de Basquete com o troféu "José Alcino Bentini" como árbitro revelação;
1984 - Tornou-se árbitro internacional de basquete, tendo em seu currículo atuações em duas Olimpíadas;
1988 - Apitando a final entre União Soviética X Iugoslávia e atuando como melhor árbitro;
1990 - Participou do Campeonato Mundial Masculino, realizado na Argentina, atuando na final;
1992 - Arbitrou a primeira partida do Dream Team, maior time de basquete da história dos Estados Unidos.

O Dream Team (time dos sonhos) é considerado um dos elencos mais talentosos da história. Eles venceram todos os 8 jogos disputados nas Olimpíadas; o elenco de 1992 foi cheio de atletas da melhor liga do mundo e por isso ganhou o nome de Dream Team

2000 - recebeu uma homenagem com uma placa pelos seus serviços prestados como um dos grandes nomes do quadro de arbitragem da entidade paulista, sempre com destaque em suas atuações e posturas.

Atualmente, Antonio Carlos Affini é Instrutor Nacional FIBA (Federação Internacional de Basquetebol) América e Comissário da CBB  (Confederação Brasileira de Basquete). Também é presidente do projeto Nosso Clube de Pernambuco, na formação de novos atletas de várias modalidades, principalmente em basquete feminino e representante técnico da Liga Nacional de Basquete – LNB/ NBB – e da Liga Feminina de Basquete – LFB - e palestrante internacional de arbitragem.


 

CACAU SHOW


i7 Notícias i7 Notícias