Considerado menor município de São Paulo, Borá tem apenas um recenseador

Menor cidade do estado e a segunda do Brasil, Borá tem população estimada de 839 moradores.



Menor cidade do estado e a segunda do Brasil, Borá tem população estimada de 839 moradores

O Censo Demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estáticas (IBGE) começa a ser realizado nesta segunda-feira (1º) em todo o país. Até o início de novembro, os agentes recenseadores visitarão os domicílios nas cidades brasileiras e aplicarão o questionário em parte deles.

Em Borá, considerada a menor cidade do estado de São Paulo e a segunda do país, apenas um recenseador do IBGE fará esse trabalho, segundo o instituto. O agente irá percorrer os oito setores da cidade, sendo dois urbanos e seis rurais, de acordo com informações de Francisco Garrido, superintende estadual do IBGE, que está na cidade nesta segunda-feira.

Quando o Censo Demográfico anterior foi realizado em 2010, Borá tinha 805 moradores e era a menor cidade do Brasil, título que perdeu em 2013 para Serra da Saudade (MG). A população estimada em 2021 é de 839 habitantes.

O IBGE estima que existam hoje cerca de 75 milhões de domicílios nos 5.568 municípios do país. A pesquisa nacional é realizada a cada 10 anos e, com base nesse cronograma, deveria ter sido feita em 2020.

O Censo foi adiado inicialmente em razão da pandemia de Covid-19. Mas em 2021 sofreu novo adiamento, por falta de orçamento.

Até o início de novembro, os recenseadores visitarão cada um os domicílios do país, incluindo aldeias indígenas. Além disso, pela primeira vez, os moradores de territórios quilombolas serão contabilizados.

A coleta domiciliar nas áreas indígenas começa em 10 de agosto, e a dos territórios quilombolas, em 17 de agosto.

Segundo o IBGE, os primeiros resultados do Censo 2022 estão previstos para serem divulgados ainda no final deste ano. Outras análises e cruzamentos de dados serão divulgados ao longo de 2023 e 2024.

Identificação

Todos os agentes estarão devidamente identificados com crachá, contendo foto, nome e QR Code (que pode ser utilizado para identificação do agente no próprio site do IBGE). Eles também utilizarão uniforme, com colete e boné.

Depois de o agente ser devidamente identificado como membro do IBGE pelas características acima descritas, é importante que a população forneça todas as informações solicitadas.


i7 Notícias i7 Notícias