Paraguaçu Paulista volta a comemorar Dia Nacional do Campo Limpo em formato presencial

A central de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas irá comemorar os resultados do Sistema Campo Limpo com atividades de conscientização ambiental e arrecadação de mudas de árvores



A central de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas irá comemorar os resultados do Sistema Campo Limpo 
com atividades de conscientização ambiental e arrecadação de mudas de árvores

Após dois anos de comemorações virtuais, o Dia Nacional do Campo Limpo (DNCL), 18 de agosto, voltará a ser presencial. Realizadas pelo Sistema Campo Limpo (programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas), as ações acontecem em mais de 100 municípios de 19 estados do país. Em São Paulo, além da unidade de Paraguaçu Paulista, outras 11 cidades estarão engajadas nas celebrações da data.

O slogan ‘Comemorando juntos as conquistas de todos’ dá o tom do DNCL 2022 ao celebrar as conquistas de todos os elos da cadeia agrícola -- agricultores, indústria, revendedores e poder público: 680 mil toneladas de embalagens vazias destinadas de forma ambientalmente correta desde 2002.

Durante a 18ª edição serão realizadas uma série de ações com a participação de autoridades, agricultores, estudantes e comunidade em geral. O destaque do ano é o DNCL Sustentabilidade, que mobilizará a comunidade e os elos da cadeia agrícola para a arrecadação e plantio de mudas de árvores. A expectativa é conseguir pelo menos 15 mil mudas em todo o Brasil, segundo o inpEV, Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, responsável pela gestão do Sistema Campo Limpo.

Marilene Iamauti, gerente de Sustentabilidade do inpEV, explica que unidades de recebimento estão buscando parceiros locais para arrecadar as mudas. Essa iniciativa está alinhada com a missão do inpEV de conservar o meio ambiente promovendo a economia circular, reduzindo o consumo de recursos naturais e a emissão de gases de efeito estufa. “Com o DNCL Sustentabilidade, pretendemos engajar a comunidade do entorno e os elos da cadeia agrícola neste propósito. Plantaremos árvores como um símbolo de renovação da vida após a pandemia”, destaca a gerente. Cada árvore tem a capacidade de capturar 140 kg de CO2 equivalente em 20 anos de seu ciclo de vida.

A edição de 2022 ganhou ainda um significado especial: a volta da realização do DNCL Portas Abertas, quando nossas centrais recebem a comunidade para atividades relacionadas às boas práticas ambientais. Também fazem parte do cronograma de atividades, palestras para estudantes, de todos os níveis, e homenagens aos agricultores.

Neste ano, as solenidades oficiais acontecerão simultaneamente em 11 cidades brasileiras. Em duas delas, São Paulo (SP) e Rio Verde (GO), terão transmissão ao vivo pelo canal do inpEV no YouTube e pelo programa Dia Dia Rural, do Canal Terra Viva, nesta quinta-feira, o dia 18, às 11h.

Na capital paulista, a solenidade será no Congresso da Andav -- Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários, que representa cerca de 2 mil distribuidores de insumos agropecuários do país. Na central de Rio Verde, haverá a presença de autoridades, agricultores, revendedores, representantes de entidades, entre outros convidados.

Durante a semana, será possível acompanhar as atividades nas redes sociais do inpEV, incluindo homenagem a agricultores e divulgação de um esquete teatral gravado e disponibilizado no YouTube do inpEV, direcionado a alunos do Ensino Fundamental.

Além da ação de sustentabilidade, as centrais participantes promoverão, tanto no dia 18 de agosto como em outras datas próximas, atividades dentre as seguintes categoriais: DNCL Solenidade, DNCL Portas Abertas, DNCL Escola, DNCL Universitário, DNCL Ação com Agricultor.


i7 Notícias i7 Notícias