Em fuga de caça da FAB, ocupantes abandonam avião usado no transporte de droga e incendeiam aeronave

Um maçarico foi encontrado próximo ao local onde a aeronave foi destruída pelo fogo. Policiais militares obtiveram informações de que ocupantes teriam jogado entorpecentes no Paraná.


Um maçarico foi encontrado próximo ao local onde a aeronave foi destruída pelo fogo. Policiais militares obtiveram informações de que ocupantes teriam jogado entorpecentes no Paraná.

Um avião bimotor pegou fogo em meio a um canavial em Mirante do Paranapanema, na tarde desta quinta-feira (25).

A Polícia Militar foi chamada por funcionários de uma usina próxima que relataram ter ouvido uma explosão e encontraram a aeronave já em chamas no solo.

Não foi possível saber se o incêndio foi causado por uma eventual queda ou se o avião foi incendiado após o pouso. O piloto da aeronave não foi encontrado e, ainda de acordo com a Polícia Militar, não há, no local, vestígios de vítimas.

Um caça da Força Aérea Brasileira (FAB) foi visto sobrevoando a área logo após a ocorrência.

Quando os policiais militares chegaram ao local, a aeronave estava no solo, em chamas, e já não tinha mais nenhum ocupante.

Os policiais obtiveram informações de que o avião estava sendo acompanhado por um caça da FAB desde o Estado do Paraná e que o piloto desobedeceu a uma ordem de pouso.

Ainda segundo a Polícia Militar, antes do pouso forçado no meio da plantação de cana-de-açúcar em Mirante do Paranapanema, os ocupantes do avião teriam jogado para fora da aeronave uma carga de entorpecentes quando sobrevoavam a região da cidade de Terra Rica (PR).

A suspeita da polícia é a de que os ocupantes do avião tenham feito um pouso forçado em meio ao canavial em Mirante do Paranapanema e em seguida tenham incendiado a aeronave por conta própria, já que um maçarico foi encontrado nas proximidades de onde o aparelho foi destruído pelo fogo.

Os ocupantes da aeronave abandonaram o avião incendiado em meio ao canavial e fugiram a pé.

Equipes das polícias Civil, Militar e Federal fizeram buscas nas proximidades, mas ninguém foi preso.


 

ÓPTICA JOVEM


i7 Notícias