Piloto de avião suspeito de transportar 450 quilos de crack para Teodoro Sampaio é preso no Paraná

Homem, que estava foragido, foi detido por policiais civis em Curitiba (PR).



Homem, que estava foragido, foi detido por policiais civis em Curitiba (PR)

Foi preso na noite de terça-feira (13) o piloto de avião suspeito de transportar 450 quilos de crack em uma aeronave agrícola, no município de Teodoro Sampaio (SP), em abril deste ano.

Após investigações, as polícias civis do Estado de São Paulo e da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) de Curitiba (PR) localizaram e prenderam o piloto, de 44 anos, na capital do Paraná.

A prisão ocorreu enquanto o homem deixava um escritório de advocacia, local em que participou da audiência relacionada ao processo do qual estava foragido, junto a outros três suspeitos, que já haviam sido denunciados pelo Ministério Público e se tornado réus.

No total, quatro suspeitos, incluindo o piloto, foram indiciados pela Polícia Civil pela prática dos crimes de tráfico de drogas interestadual e associação para o tráfico, mas apenas um deles seguia preso, enquanto os demais estavam foragidos da Justiça.

Relembre o caso
A apreensão da droga aconteceu em 18 de abril deste ano, quando um avião agrícola pousou em uma pista rural localizada em Teodoro Sampaio. A droga estava dividida em 443 tabletes e foi localizada dentro da aeronave utilizada para aplicar veneno em lavouras.

Informados pela Polícia Civil do Estado do Paraná de que uma pista de pouso rural nas proximidades do município paulista era utilizada por traficantes e, com o apoio dos policiais da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Presidente Prudente (SP), a Polícia Civil de São Paulo realizou uma operação conjunta interestadual.

Antes do pouso da aeronave, veículos usados para transbordo da droga e que levavam combustível para abastecimento do avião transitavam pelo local para analisar se a área estava “segura”, segundo informações do delegado da Polícia Civil, Ramon Euclides Guarnieri Pedrão.

Ele ainda afirmou que, enquanto a carga era retirada e colocada nos veículos, o avião era reabastecido.


i7 Notícias i7 Notícias