Quadrilha que sequestrava e roubava em Paraguaçu Paulista é presa pela Polícia Civil

Enquanto uma parte dos criminosos ficava com as vítimas mantidas reféns em cativeiro, outra parte realizava saques, empréstimos e compras com os cartões dos sequestrados, informou a Polícia Civil.



Enquanto uma parte dos criminosos ficava com as vítimas mantidas reféns em cativeiro, outra parte realizava saques, 
empréstimos e compras com os cartões dos sequestrados, informa a Polícia Civil de Paraguaçu Paulista

A Polícia Civil desmantelou um grupo criminoso que fazia sequestros e saques em Paraguaçu Paulista.

Dois crimes graves, sendo roubo, sequestro e cárcere privado, foram praticados entre os meses de agosto e outubro de 2022, quando os elementos arrebataram as vítimas e as levaram para os cativeiros. 

De acordo com a informação da Polícia Civil de Paraguaçu Paulista, enquanto uma parte dos criminosos ficava com as vítimas mantidas reféns em cativeiro, aterrorizadas, agredidas fisicamente e psicologicamente, outra parte da organização realizava saques, empréstimos e compras com os cartões dos sequestrados. 

Depois das práticas criminosas, os integrantes da organização conduziam as vítimas amordaças e vedadas com capuz e, sob ameaça de morte com o uso de arma de fogo, eram liberadas em área rural, informa a Polícia Civil.

Após tomar conhecimento dos fatos, os integrantes do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Paraguaçu Paulista, iniciaram a investigação que teve êxito após várias horas trabalho. Os integrantes da organização criminosa foram, então, identificados e localizados.

Com a identificação dos envolvidos e a comprovação da atuação de cada integrante, foram  pedidos, junto ao Poder Judiciário de Paraguaçu Paulista, mandados de prisão preventiva em desfavor dos envolvidos. 

Os criminosos foram encontrados e presos em datas e lugares diferentes. 

A Polícia Civil aponta que entre os presos estão: M.B., de Paraguaçu Paulista, F.B.S. de Camboriú (SC) e, por fim, recentemente foi preso o casal V.E.V.J. e B.B.F., em Ubatuba (SP).



i7 Notícias
-->