Ventos de mais de 80km/h provocam estragos na região 

Os ventos fortes que atingiram a região na tarde desta quarta-feira (13) provocaram danos ao sistema elétrico, impactando o fornecimento de energia para moradores de Martinópolis e Iepê, por exemplo.



Os ventos fortes que atingiram a região na tarde desta quarta-feira (13) provocaram danos ao sistema elétrico, 
impactando o fornecimento de energia para moradores de Martinópolis e Iepê, por exemplo

Rajadas de vento provocaram quedas de árvores, desabastecimento de energia elétrica e destelhamentos de imóveis em cidades da região de Paraguaçu Paulista, na tarde desta quarta-feira (13).

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o vendaval chegou a atingir 83,52km/h em cidades da região.

Os ventos fortes que atingiram a região na tarde desta quarta-feira (13) provocaram danos ao sistema elétrico, impactando o fornecimento de energia para moradores das cidades de Presidente Prudente, Pracinha, Piquerobi, Santo Anastácio, Presidente Venceslau, Presidente Bernardes, Álvares Machado, Martinópolis, Osvaldo Cruz, Adamantina e Iepê, que são atendidas pela concessionária Energisa Sul-Sudeste.

Com a força dos ventos, galhos, árvores, telhas e outros objetos foram lançados sobre a rede elétrica.


Vendaval provocou estragos em Martinópolis (SP) na tarde desta quarta-feira (13) — Foto: Rodrigo Henrique da Silva

"Neste momento, obedecendo a todos os protocolos técnicos e de segurança, as equipes estão nas ruas e contam com o apoio do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil na desobstrução de acessos e na retirada de árvores que atingiram a rede, o que tem viabilizado o restabelecimento gradativo para parte dos clientes", explicou a Energisa.

Em estado de alerta, a concessionária acompanhava a proximidade do temporal e acionou o seu plano de contingência, reforçando a quantidade de equipes de campo, operadores e atendentes de prontidão.


Vendaval provocou estragos em Iepê (SP) na tarde desta quarta-feira (13) — Foto: Nivia Natacha

Ainda segundo a empresa, no momento do vendaval, cerca de 60 mil consumidores tiveram a energia interrompida em diferentes pontos das cidades afetadas.

"Os trabalhos da distribuidora seguem de forma intensa e ininterrupta, a fim de normalizar o fornecimento da energia na região o mais rápido possível", reforçou a Energisa.

A orientação, como forma de garantir a segurança, é para que as pessoas, caso encontrem cabos partidos nas ruas ou calçadas, não se aproximem, mas entrem em contato pelos canais de atendimento:

  • aplicativo para celular Energisa On;
  • site;
  • WhatsApp (Gisa); e
  • ligação gratuita: 0800-7010-326.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Energisa emitiu uma nota de esclarecimento a respeito das medidas que estão sendo tomadas para normalizar o fornecimento de energia. Confira:

"As equipes da Energisa trabalharam ininterruptamente durante toda a madrugada e em menos de 15 horas conseguiram normalizar o fornecimento de energia para 90% dos clientes afetados pelo vendaval registrado na tarde de ontem, nas regiões de Assis e Presidente Prudente.

Os ventos, que ultrapassaram 80 km/h, lançaram árvores, galhos, telhas e outros objetos sobre a rede elétrica, impactando o fornecimento de energia para clientes de Assis, Cândido Mota, Quatá, Presidente Prudente, Pracinha, Piquerobi, Regente Feijó, Santo Anastácio, Presidente Venceslau, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Álvares Machado, Martinópolis, Osvaldo Cruz, Adamantina, Nantes, Rancharia, Parapuã e Iepê.

Mesmo diante da intensidade dos ventos e a chuva que caiu em algumas localidades durante a noite, as equipes da concessionária realizaram manobras automáticas e percorreram trechos nas áreas urbanas e rurais reparando os danos. Além das equipes em campo, a empresa reforçou os colaboradores dos canais de atendimento para recepcionar as demandas decorrentes do vendaval.

A Energisa continua em alerta e monitorando as condições climáticas previstas para a região. A companhia reforça o pedido de atenção à população quanto à segurança em caso de tempestade. Em casa, retire equipamentos elétricos da tomada e nas ruas evite ficar em local aberto ou próximo a estruturas de energia. Caso se depare com um cabo partido nas ruas ou calçadas, não se aproxime. Entre em contato com a Energisa pelos canais de atendimento: Aplicativo para celular Energisa On; site: www.energisa.com.br; WhatsApp (Gisa): www.gisa.energisa.com.br; e Call Center – 0800 70 10 326."


 



i7 Notícias
-->