Visibilidade prejudicada por poeira durante vendaval resulta na morte de uma pessoa em Martinópolis

Colisão frontal envolveu carro e caminhão em estrada de terra na zona rural; motorista que dirigia o carro não resistiu aos ferimentos e morreu em Martinópolis.



Colisão frontal envolveu carro e caminhão em estrada de terra na zona rural; motorista que dirigia 
o carro não resistiu aos ferimentos e morreu em Martinópolis

Um homem, de 57 anos, morreu vítima de um acidente de trânsito em uma estrada de terra, na zona rural de Martinópolis, na tarde de quarta-feira (13).

A colisão frontal entre o carro que era conduzido pela vítima e um caminhão, com placas de Lucélia, ocorreu durante um vendaval que atingiu a região de Presidente Prudente e prejudicou a visibilidade dos motoristas que trafegavam pela via sem pavimentação asfáltica.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a força do vento chegou a atingir mais de 80km/h. Os estragos causados pelo vendaval deixaram mais de 80 mil consumidores sem energia elétrica no Oeste Paulista.

Segundo as informações registradas pela Polícia Civil, a estrada de terra que faz a ligação entre os bairros rurais Km 30 e Gleba Nova só permite a passagem de um veículo por vez.

No entanto, a colisão entre o carro, com placas de Martinópolis, e o caminhão ocorreu no momento em que a visibilidade dos motoristas havia sido prejudicada em razão da poeira provocada por uma intensa ventania no local.

O motorista do carro, que era morador de um sítio nas proximidades, não resistiu aos ferimentos e morreu no local da batida.

A Polícia Científica foi acionada para realizar a perícia no local e apurar as causas e circunstâncias do acidente.

O corpo da vítima fatal foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), em Presidente Prudente.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar a suspeita de homicídio culposo na direção de veículo automotor.



i7 Notícias
-->