Assisense cega, de 79 anos, é agredida com facão dentro de casa em assalto


 

Menos de 24 horas depois de um assassinato ter sido registrado na Vila Prudenciana, a morte de um frentista em uma tentativa de assalto onde os criminosos fugiram sem levar nada do posto de combustíveis, outro crime semelhante foi registrado pela Polícia Civil de Assis, às 20h30 de terça-feira, 1º de maio.

Mais uma vez, os assaltantes não tiveram lucro, a vítima não esboçou reação e, mesmo assim, foi agredida por homens que invadiram sua casa, na Avenida Dr. Dória. A moradora, uma mulher de 79 anos, não soube dizer exatamente quantos eram os invasores ou suas características físicas, pois é cega.

A dona de casa relatou ao delegado James Eusébio, no Plantão Policial, que estava dentro de casa quando ouviu um barulho de vidro quebrando. Em seguida foi rendida aparentemente por três desconhecidos que a agrediram com golpes da lateral de um facão que estava sobre a pia.

Diz a idosa que a todo o momento os assaltantes insistiam que ela lhes entregasse dinheiro que o grupo acreditava que ela havia guardado. Em seguida, a trancaram em um quarto e vasculharam a residência. Por ser cega, a vítima informou que não saberia dizer se algo foi roubado nem mesmo as características dos assaltantes.

No entanto, os policiais civis que estiveram no local colheram uma amostra de sangue que provavelmente é de algum dos assaltantes que se cortou ao quebrar o vidro da porta da cozinha para invadir a residência. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).


Fonte: Jornal da Segunda | Colaborou: Mário Nunes/Jornal de Assis | Imagem: Ilustrativa

 



i7 Notícias
-->